Temer pede para ficar preso em São Paulo e decide recorrer ao STJ

Compartilhe:
Email this to someone
email
Share on Facebook
Facebook

Ex-presidente alega que precisa permanecer na capital paulista para conseguir manter contato constante com seus advogados.

Michel Temer deve se apresentar à Polícia Federal em São Paulo nesta quinta (9). Crédito: Globo News/Reprodução.

Enquanto aguardam a publicação do acórdão do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2) que determinou a nova prisão de Michel Temer (MDB), os advogados do ex-presidente preparam medidas de defesa.

Em petição enviada à Justiça do Rio de Janeiro, a defesa do emedebista alegou que Temer responde a outros processos e que há “imprescindibilidade” de que ele fique detido na capital paulista, para que possa manter contato constante com seus advogados.

Temer também pediu para que possa ficar preso em uma sala no quartel-general da Polícia Militar de São Paulo. Da outra vez em que foi detido, o emedebista ficou em uma sala da Polícia Federal no Rio de Janeiro, aos moldes da situação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), detido em Curitiba.

Quando o acórdão, documento que sintetiza as discussões e os fundamentos da decisão do TRF2, for publicado, Temer vai recorrer ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) para obter a sua liberdade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis − três =