São Leopoldo prorroga decreto para enfrentamento ao coronavírus

Compartilhe:
Email this to someone
email
Share on Facebook
Facebook

Novas determinações da Prefeitura valem até o dia 25 de agosto 

Ary Vanazzi, prefeito de São Leopoldo – Crédito: Ascom PMSL

A Prefeitura de São Leopoldo prorrogou o decreto de calamidade pública no âmbito para fins de prevenção e de enfrentamento à epidemia. São Leopoldo também adequou desde a sexta-feira, dia 14, as regras do distanciamento ao protocolo regional. O decreto com a prorrogação por mais uma semana foi assinado na terça-feira (18) pelo prefeito Ary Vanazzi/PT. 

Nas regras em vigor há condições que permitem o funcionamento parcial de diversas atividades como clubes sociais, restaurantes a la carte, prato feito, buffet sem autosserviço, lanchonetes e lancherias, academias de ginástica, açougues, fruteiras, padarias, agências de turismo, passeios e excursões, comércio de veículos e salões de beleza. Os estabelecimentos possuem horários específico de funcionamento e precisam obedecer às regras sanitárias, respeitando também os limites de trabalhadores e de atendimento.

Estabelecimentos comerciais 

Os estabelecimentos comerciais, não localizados em shopping centers, galerias, centros comerciais, que atuem no comércio de itens não essenciais podem funcionar das 10h às 19h, com, no máximo, 50% dos trabalhadores e a capacidade de atendimento simultâneo será de um cliente por atendente, podendo ainda funcionar nas modalidades telentrega, comércio eletrônico ou drive-thru.

Estão permitidas a realização de missas, cultos e serviços religiosos, até as 22h, com, no máximo, 30% (trinta por cento) da capacidade determinada pelo alvará e pelo PPCI, devendo ser observado um distanciamento interpessoal mínimo de dois metros entre os participantes. 

Shoppings  

Os estabelecimentos comerciais, localizados em shopping centers, galerias, centros comerciais, poderão funcionar, de terça a sexta-feira, das 10h às 17h, com, no máximo, 50% dos trabalhadores e a capacidade de atendimento simultâneo será de um cliente por atendente, podendo ainda funcionar nas modalidades telentrega, comércio eletrônico ou drive-thru.

As lojas de conveniência localizadas em postos de combustíveis poderão funcionar, das 6h às 19h, com no máximo 50% dos trabalhadores, sendo proibida as aglomerações.

Com a prorrogação do decreto continua proibida a utilização de espaços públicos como parques e praças, com o objetivo de evitar aglomeração. O uso de máscaras de proteção respiratória segue obrigatório, inclusive passível de multa pela falta de utilização.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito + 10 =