Redefort instalará atacarejo em Campo Bom

Compartilhe:
Email this to someone
email
Share on Facebook
Facebook

Novo empreendimento deve gerar cerca de 100 novos postos de trabalho 

A rede atacadista Redefort, do ramo alimentício, está instalando uma megaestrutura na cidade – Crédito: Gabriel da Silveira/ PMCB

A essência empreendedora de Campo Bom segue gerando bons resultados para o Município. A rede atacadista Redefort, do ramo alimentício, está instalando uma megaestrutura na cidade que vai contemplar varejo e atacado na mesma construção. Em reunião que ocorreu nesta terça-feira (dia 30) entre a Administração Municipal e representantes da empresa, foram definidos os últimos detalhes do empreendimento. “Trata-se de um importante investimento na cidade e que vai gerar cerca de 100 novos postos de trabalho, o que é revigorante para a economia de Campo Bom em tempos de pandemia do coronavírus”, afirma o prefeito Luciano Orsi.

atacarejo terá mais de 9,8 mil metros quadrados, com investimento de aproximadamente R$ 11 milhões. Em relação ao andamento da obra, a construção já deve começar a receber o telhado nas próximas semanas, sendo que a previsão de entrega é para o segundo semestre de 2020. O supermercado será na parte frontal do prédio e os clientes poderão acessá-lo pela RS-239, próximo ao pedágio. Os consumidores terão à disposição um estacionamento com 230 vagas para carros e 94 vagas para motos. Já na parte dos fundos, vai funcionar o atacado, que será o centro de distribuição de mercadorias para os mais de 300 mercados da Redefort que operam no Rio Grande do Sul. Para acesso aos fundos da construção, a Prefeitura vai abrir uma nova via, ligando a Rua João Lampert à Avenida Carlos Strassburger Filho. A abertura da rua foi orçada em mais de R$ 1 milhão e consiste em reforço em rachão, pavimentação, drenagem, sinalização viária horizontal e vertical e também a implantação de uma rotatória. A obra ainda vai entrar em processo de licitação.

Benefícios para Campo Bom 

Além dos postos de trabalho, a empresa vai gerar um faturamento de R$ 100 milhões de reais apenas no primeiro ano com projeção de atingir, em cinco anos, um crescimento de 80%. “O aumento de receita para o Município, através do retorno em impostos, será muito positivo para Campo Bom. Além do fluxo de pessoas que um mercado desse tamanho promove, trazendo muitos consumidores de outras cidades”, avalia o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Campo Bom, Airton Schäfer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis − 14 =