Redecker vai apresentar voto paralelo ao relatório da CPI do BNDES que suprimiu nome de Lula e Dilma

Compartilhe:
Email this to someone
email
Share on Facebook
Facebook

Deputado gaúcho conta com a parceria de outros três parlamentares

Lucas Redecker (foto) irá apresentar voto em separado na CPI do BNDES – Crédito: Divulgação.

O deputado federal Lucas Redecker, em conjunto com os deputados Sanderson, Kim Kataguiri e Paula Belmonte, irá apresentar voto em separado na CPI do BNDES, uma vez que o nome dos ex-presidentes Lula e Dilma foram suprimidos do relatório final, além do nome dos empresários Marcelo Odebrecht e Joeslei Batista. “Precisamos apresentar à sociedade um relatório de acordo com o que foi dito na CPI do BNDES, doa a quem doer”, defende Redecker.

Na reunião da CPI desta quarta-feira (16), Redecker posicionou-se favorável à aprovação do relatório final e contra as manobras regimentais que deputados de esquerda vêm utilizando para impedir a apreciação do parecer. O relatório está desde a semana passada aguardando para ser votado.

Em seu texto, o relator recomendou ao Ministério Público o aprofundamento das investigações e o indiciamento de mais de 60 pessoas.

CPI

A CPI foi instalada em março para investigar a prática de atos ilícitos e irregulares no âmbito do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social ocorridos entre 2003 e 2015 e relacionados à internacionalização de empresas brasileiras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 + 2 =