Qual o risco de infecção do novo Coronavírus por roupas, calçados e barba?

Compartilhe:
Email this to someone
email
Share on Facebook
Facebook

Especialistas sugerem que é improvável a contaminação a partir de partículas presentes em superfícies 

A máscara se tornou objeto indispensável na ida ao supermercado – Crédito: Divulgação

Eu posso ou não posso me infectar se o novo Coronavírus entrar em contato com minhas roupas, meus calçados, meu cabelo, etc? Especialistas em infectologia alegam que não. Médicos e cientistas de todo o mundo analisam o comportamento do vírus no ambiente e afirmam que é pouco provável que alguém se contamine com as pequenas partículas que atingem o corpo.

O coordenador científico da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI) Sergio Cimerman é um defensor da tese e alerta para um problema maior, o pânico desnecessário que muitas pessoas estão tendo em relação a preocupações menores em detrimento aos cuidados que elas deveriam de fato tomar. “Se pegar esses pontos isolados, isso pode gerar fake news”, afirmou. 

Cimerman exemplifica. “Vamos supor que essas partículas fiquem na calça. Alguém lambe calças? Alguém vai comer o sapato? Esse tipo de preocupação atrapalha as medidas que deveríamos ter de lavar as mãos sempre, usar o álcool em gel e as máscaras. Se ater a isso é o importante”.

Então, afinal, estamos seguros? Não é bem assim. Apesar de haver um pequeno risco de transmissão por vestimentas e pelos corporais, a principal área de infecção é pelas mãos. Por isso, é necessário sempre mantê-las higienizadas para não se contaminar. Confira abaixo algumas das principais dúvidas sobre os cuidados que devem ser tomados para fugir da Covid-19.

Devo trocar de roupa e tomar banho assim que chegar em casa? 

Se você estiver praticando o distanciamento social corretamente e apenas sai de casa ocasionalmente para ir ao supermercado ou à farmácia, por exemplo, não. A probabilidade de se infectar por contato com uma roupa “contaminada” é muito pequena. O espirro ou tosse de uma pessoa infectada pode espalhar pelo ar partículas que contém o vírus.

A barba ou o cabelo podem ser fontes de contaminação?  

“O papel das roupas, cabelo e barba na transmissão do coronavírus é irrisório. Não teria preocupação nenhuma quanto a isso. O medo é só de as pessoas acharem que depois de tudo isso não precisam lavar as mãos”, explica Raquel Stucchi, infectologista da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e consultora da SBI.

Preciso ter algum cuidado especial ao lavar as roupas?  

Muitas pessoas ficam preocupadas com o jeito correto de lavar as roupas em tempos de coronavírus ou com a possibilidade de espalhar gotículas do vírus que estejam nas roupas as “sacudi-las” e acabar se infectando. A resposta para essas perguntas varia de acordo com a situação: se as roupas em questão são de uma pessoa saudável que segue as regras de distanciamento social ou se são de uma pessoa com sintomas.

Devo me preocupar com jornais, correspondências e encomendas? 

De acordo com especialistas, risco de contaminação por contato com correspondências, jornais ou encomendas entregues é extremamente baixo. Mas isso não significa que você não deva tomar alguns cuidados, como lavar as mãos após tocar nos objetos e descartar as embalagens. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis + dezenove =