Prefeito de São Leopoldo vai ao Instituto Butantan na busca pela vacina da covid-19

Compartilhe:
Email this to someone
email
Share on Facebook
Facebook

Intenção de Ary Vanazzi é assinar um termo de compromisso com Butantan para garantir a vacina aos leopoldenses 

São Leopoldo – O prefeito Ary Vanazzi (PT), juntamente com outros prefeitos gaúchos e catarinenses, viajou nesta quinta-feira (10) para o Instituto Butantan, em São Paulo, que em parceria com o laboratório chinês Sinovac é parceiro na produção da coronavac, uma das vacinas em desenvolvimento para garantir a imunização ao novo coronavírus.

“Em agosto encaminhamos ao Butantan um ofício para que pudéssemos conversar a partir do momento em que se tivesse a vacina disponível, nossa intenção é assinar um termo de compromisso com Butantan para termos a vacina tão logo ela esteja liberada”. Vanazzi reforçou o compromisso de que caso o Governo Federal não distribua gratuitamente a vacina, São Leopoldo fará uma compra para garantir a vacinação sem custos à população do município.

“O covid-19 tem trazido problemas econômicos, sociais e psicológicos para a nossa população e precisamos resolver isso o mais rápido possível”, disse  Vanazzi, que acompanha uma delegação da Granpal (Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Porto Alegre),  Famurs (Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul)  e da Fecam (Federação Catarinense de Municípios).  

Coronavac e Butantan 

O Butantan receberá 60 milhões de doses da vacina da Sinovac. Comprovada a eficácia e segurança, elas serão disponibilizadas à população brasileira. O Butantan também poderá produzir a vacina em sua fábrica, em São Paulo, após transferência de tecnologia. A Coronavac é produzida com vírus inativados do novo coronavírus para inoculação em humanos, com a aplicação de duas doses, o sistema imunológico passaria a produzir anticorpos contra o agente causador da covid-19.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *