Potencial energético do RS por fontes renováveis é destaque em evento para aproximar Brasil e Reino Unido

Compartilhe:
Email this to someone
email
Share on Facebook
Facebook

“The UK & Brazil: Partners in Energy” ocorreu no Rio de Janeiro  

O Rio Grande do Sul tem 52 parques eólicos instalados e o maior potencial eólico do Brasil – Foto: Divulgação SME.

O Secretário do Meio Ambiente e Infraestrutura do estado, Artur de Lemos Júnior, participou do The UK & Brazil: Partners in Energy, evento ocorrido na última terça-feira (4) no Hotel Copacabana Palace, no Rio de Janeiro. A participação de Lemos teve como principal objetivo posicionar o RS como protagonista na geração de energia por fontes renováveis e atrair parceiros para desenvolver seu potencial energético. Durante o evento, o secretário demonstrou a disposição do Estado em atrair parceiros britânicos para desenvolver o potencial energético de maneira sustentável em seus aspectos social, econômico e ambiental.

O evento buscou aproximar empresas e agências governamentais britânicas e brasileiras para discutir o futuro do setor de energia, seus desafios e oportunidades com foco em marcos regulatórios, novas tecnologias e soluções em áreas de interesse comum. O Reino Unido lançou o Programa de Energia do Fundo de Prosperidade no Brasil, destinando £ 25 milhões para apoiar iniciativas dedicadas à transição de energia de baixo carbono do Brasil.

Ao participar de mesa-redonda que discutiu o programa de energia do Fundo de Prosperidade, o secretário apresentou oportunidades para construir parcerias na área de energias renováveis, destacando o potencial para geração distribuída, geração eólica (103 GW a 100 m), geração hídrica (sobretudo por PCHs e CGHs) e biogás (até 9 milhões de metros cúbicos diários). O secretário também mencionou oportunidades relacionadas a programas de concessões, parcerias público-privadas e privatizações que o governo busca efetivar.

A programação contou ainda com oito workshops simultâneos cobrindo assuntos como biocombustíveis e biogás; construção e manutenção offshore; energia eólica offshore; energia solar; mercado de gás natural; inovações em redes elétricas; produção de campos maduros/descomissionamento e tecnologias submarinas. A participação no evento ocorre após a realização de reuniões institucionais entre o governo do RS e a embaixada do Reino Unido realizadas nos meses de março e abril deste ano, bem como de missão governamental à Londres entre os dias 17 e 19 de maio deste ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 3 =