PORTÃO – Vacinação de industriários e segurança no trânsito pautam o vereador Dioni

Compartilhe:
Email this to someone
email
Share on Facebook
Facebook

Em seu discurso na Tribuna da Câmara, o parlamentar anunciou que em breve os trabalhadores das indústrias são os próximos da fila 

A alta velocidade com que boa parte dos veículos transitam pela Avenida Brasil e ingressam na Rua Independência, na Estação Portão, preocupa moradores e comerciantes, que levaram a queixa a Dioni Bandeira (SD). Ontem, na sessão ordinária, o parlamentar protocolou o Pedido de Providência 83/2021, em que solicita à Administração Municipal a adoção de medidas para reduzir os riscos de acidentes e atropelamentos na altura do Restaurante Petiskão.
“Temos uma ali uma situação de risco potencial. Os excessos são cometidos nos dois sentidos da via. Deixo a critério do setor de Trânsito avaliar qual a solução mais adequada ao local, se um quebra-molas, pinturas ou sinalizações”, argumenta.

Em seu discurso na Tribuna da Câmara, o parlamentar anunciou que em breve os trabalhadores das indústrias são os próximos da fila em relação à campanha de vacinação contra o coronavírus. “Essas pessoas fazem parte dos grupos prioritários e logo serão chamadas.” Neste contexto, Dioni reiterou que os vereadores solicitaram ao prefeito e ao secretário da Saúde a inclusão de lactantes nos grupos prioritários e ainda aguarda uma sinalização positiva.

Outra questão destacada por ele é o fim da isenção do pedágio para veículos de propriedade de empresas — decisão da Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR) com a qual não concorda. “Diante da negativa ao pedido que Portão fez através do prefeito, do presidente da CICS, Dary Pissetti, e da vereadora Joice, a Prefeitura anunciou a abertura total e melhorias do desvio do pedágio.”
 
Doação de sangue 
Em seu discurso também deixou um apelo para a comunidade portonense aderir, cada vez mais, a campanhas por doação de sangue, de órgãos e de medula óssea. No contexto do Dia Mundial do Doador de Sangue, ele lembrou os principais direitos que as pessoas têm ao realizar este gesto, como um dia de folga remunerada ao trabalhador com carteira assinada; meia entrada em eventos de lazer, cultura e esporte; e desconto na inscrição em concursos públicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *