NOVO HAMBURGO – Vereadores pedem inclusão de novas categorias no grupo prioritário de imunização contra a Covid-19

Compartilhe:
Email this to someone
email
Share on Facebook
Facebook

Diversas moções foram entregues na sessão desta semana  

Gerson Petefii foi autor de uma das moções – Crédito: CMNH

A Câmara de Novo Hamburgo aprovou por unanimidade quatro moções na noite desta segunda-feira (19). O expediente tem sido utilizado com frequência durante a pandemia para dar coro a reivindicações da população e buscar sensibilizar outras instâncias de governo. Todos os textos aprovados são direcionados ao Ministério da Saúde e pedem a inclusão de determinados profissionais no grupo prioritário de vacinação contra o novo coronavírus. 

Ricardo Ritter (PSDB) foi o autor de duas das moções. Os documentos pleiteiam preferência na fila de imunização tanto para vigilantes quanto para funcionários de mercados. Para o primeiro grupo, Ica justifica a alta rotatividade de locais e público como razão determinante para a vacinação prioritária. Para o segundo, o argumento é o grande número de clientes atendidos diariamente. “Esses fatores colocam os prestadores de serviço de frente para o risco de contaminação pela doença. É de extrema importância a vacinação prioritária desses profissionais, evitando o contágio e transmissão do vírus para as demais pessoas”, completa o autor. 

A vereadora Lourdes Valim (Republicanos) também assinou a moção com foco nos funcionários de mercados. A parlamentar solicitou sua inclusão como autora durante a sessão e teve seu pedido deferido por Ica. “Esses profissionais estão na linha de frente desde o início da pandemia. Os mercados nunca fecharam”, salienta Lourdes. 

Agentes funerários  

A terceira moção aprovada foi proposta pelos vereadores Cristiano Coller (PTB), Gerson Peteffi (MDB) e Ito Luciano (PTB). O trio pede a inclusão dos agentes funerários na lista. “Desde o início da pandemia, os trabalhadores dessa área tiveram seu serviço intensificado, com o aumento no número de óbitos. E o trabalho dos agentes funerários é de extrema importância, pois estão em contato direto com a pessoa que acabou de perder a vida e seus familiares. Eles estão na linha de frente e, por isso, merecem ser imunizados”, defendem os parlamentares, que também ganharam a companhia de Lourdes Valim e Ricardo Ritter como signatários. 

Gerson Peteffi ainda elaborou moção sugerindo prioridade para representantes da indústria farmacêutica e de laboratórios. O motivo, segundo o médico e vereador, envolve o trato direto desses trabalhadores com o público, em especial em consultórios, salas de espera, recepções, unidades de saúde e hospitais. “Considerando a rotina intensa e a grande exposição desses profissionais em ambientes exclusivos de enfermos, torna-se necessária e imediata a vacinação para proteção e prevenção a tão nefasta doença”, escreve o vice-presidente da Câmara. 

“Essas pessoas têm papel fundamental na prevenção de muitos problemas de saúde, pois são responsáveis por levar ao conhecimento de profissionais da área médica novos produtos ou até mesmo produtos já consagrados, muitas vezes deixando material para ser distribuído aos mais carentes, para um início de tratamento”, esclareceu Peteffi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *