NOVO HAMBURGO – Moção pede agilidade nos diagnósticos e tratamentos contra o câncer

Compartilhe:
Email this to someone
email
Share on Facebook
Facebook

Gerson Peteffi citou a necessidade da rapidez do diagnóstico para evitar complicações  

A redução nos índices de internação pela Covid-19 levou a Secretaria da Saúde do Estado a discutir a retomada integral dos atendimentos médicos no Rio Grande do Sul. Em razão da demanda reprimida na área de oncologia, o órgão já iniciou diálogo com prestadores de serviços do Sistema Único de Saúde (SUS) para priorizar consultas especializadas para pacientes com câncer. Ciente dos anseios de grande parte da comunidade, o médico e vereador Gerson Peteffi (MDB) reforçou o pedido pela retomada dos diagnósticos e tratamentos contra a doença. Moção de apelo apresentada pelo parlamentar foi aprovada por unanimidade pela Câmara de Novo Hamburgo nesta quarta-feira (28)

Presidente do Legislativo, Gerson Peteffi assina a moção – Crédito: Jaime Freitas/CMNH

“Todos sabemos que a rapidez no diagnóstico faz enorme diferença para o tratamento da enfermidade. Solicitamos também a agilidade quanto à triagem dos pacientes, tendo como prioridade aqueles que esperam há mais tempo, e o engajamento da Secretaria Municipal de Saúde nessa ação, que por certo representará um grande benefício aos pacientes e suas famílias”, defende Peteffi. “Diversas pessoas estão necessitadas ao extremo dos serviços de triagem, biópsia e radioterapia. Todos nós da área médica sabemos que o câncer, quando diagnosticado de maneira antecipada, chega a ter até 100% de chance de cura. Está na hora de reabrirmos as portas dos hospitais para os pacientes na área da oncologia”, frisou o presidente da Câmara.

Manifestações 

A vereadora Patricia Beck (PP) salientou que o atendimento a pessoas com câncer não foi interrompido, mas que alguns pacientes ficaram com receio de buscar o tratamento em meio à pandemia. “O que o Governo do Estado está propondo é um mutirão para a identificação de casos que possivelmente estejam se agravando. Mas é verdade que precisamos aprimorar esse serviço”, pontuou PatriciaEnio Brizola (PT) elogiou a moção e citou emendas parlamentares direcionadas pela bancada federal de seu partido para a oncologia na cidade. “Esse é um tratamento que custa caro e necessita da captação de recursos”, comentou.

O também médico e vereador Raul Cassel (MDB) afirmou que os serviços de saúde devem ser retomados aos poucos, mas de forma aprimorada. “Há um contingenciamento de atendimentos em função da Covid, que passou a ser prioridade, mas não podemos esquecer que outras doenças continuam acontecendo. Tão logo essa pandemia deixar de ser o alvo principal do risco de internações, temos que nos apoderar desse maior número de leitos. Devemos nos adonar desses recursos, que antes pareciam impossíveis e que apareceram do nada. Precisamos pensar em fazer a roda voltar a girar, mas de uma maneira diferente”, opinou Cassel.

Cópias da Moção nº 38/2020 serão enviadas à secretária estadual da Saúde, Arita Bergmann, ao diretor do Departamento de Regulação da Secretaria Estadual da Saúde, Eduardo Elsade, e ao secretário de Saúde de Novo Hamburgo, Naasom Luciano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 2 =