NOVO HAMBURGO – Hospital Municipal restringe atendimento na emergência a partir desta sexta

Compartilhe:
Email this to someone
email
Share on Facebook
Facebook

A porta de entrada para pacientes que não venham de ambulância serão as UPAs Centro e Canudos 

Hospital restringe emergência – Crédito: PMNH

Considerando o fechamento ou restrições no atendimento das emergências de hospitais públicos e privados da região e os consequentes reflexos na emergência do Hospital Municipal de Novo Hamburgo, além do aumento constante na demanda de leitos por pacientes de covid, a direção da Fundação de Saúde do município e a Secretaria Municipal de Saúde decidiram na tarde desta quinta-feira restringir o atendimento da emergência não-covid do Hospital Municipal a partir desta sexta-feira, dia 12. 

Com isso, por tempo indeterminado a emergência não-covid do Hospital Municipal só receberá pacientes de casos graves encaminhados por meio de ambulâncias. Fica fechada a chamada entrada espontânea, ou seja de pessoas que chegam a pé ou por veículos particulares. “A porta de entrada para estes pacientes serão as UPAs Centro e Canudos”, explica o secretário municipal de Saúde, Naasom Luciano.

Na manhã desta quinta-feira (11), Naasom e a presidente da Fundação de Saúde, Tânia da Silva, estiveram reunidas com a prefeita Fátima Daudt, quando detalharam a situação da pandemia. “Volto a insistir para que as pessoas redobrem seus cuidados. Evitem a todo o custo as aglomerações, usem máscara sempre e lavem as mãos com mais frequência ainda. Precisamos superar este momento juntos, cada um cumprindo sua responsabilidade individual”, enfatizou a prefeita.

Ampliação 

Tânia destaca que a restrição no atendimento da emergência do Hospital Municipal se faz necessária em razão do momento dramático do sistema de saúde por conta da covid. “O acentuado aumento e a gravidade dos casos superlotam o sistema de saúde, tanto público quanto particular”, enfatiza Tânia. Com esta medida e outros ajustes internos, o Hospital Municipal está abrindo ainda mais espaço para pacientes de covid, ampliando sua estrutura em mais 35 leitos clínicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *