NOVO HAMBURGO – Comusa, Semae e Comur vistoriam Arroio Gauchinho para obras de desassoreamento

Compartilhe:
Email this to someone
email
Share on Facebook
Facebook

Equipes estiveram reunidas nesta quinta-feira (29), na Casa de Bombas do bairro Santo Afonso 

Reunião ocorreu no Santo Afonso em NH – Crédito: Comusa

Diretores e técnicos da Comusa – Serviços de Água e Esgoto, da Companhia Municipal de Urbanismo (Comur), do Serviço Municipal de Água e Esgoto (Semae) e da Secretaria de Obras de São Leopoldo, participaram de uma vistoria, na manhã desta quinta-feira (29), na Casa de Bombas do bairro Santo Afonso, local que marca a divisa entre os dois municípios. O objetivo da visita foi identificar a situação do arroio Gauchinho, para colaborar mutuamente no desassoreamento da bacia e melhorias no sistema. Após a visita e análise das principais ações que serão elaboradas, as equipes marcaram um novo encontro para a próxima quinta-feira, onde vão apresentar os estudos do que precisará ser feito. 

União  

Para o diretor-geral da Comusa e vice-prefeito de Novo Hamburgo, Márcio Lüders, a união entre as duas administrações municipais será fundamental para melhorias no local. “É algo realmente importante poder contar com o apoio de São Leopoldo no enfrentamento desse problema que afeta os dois municípios. Em épocas de muita chuva, o arroio transborda com tanto lixo que é jogado nele e, não só prejudica as casas das famílias, como afeta a saúde delas, devido à poluição. É uma união histórica para tratar com efetividade dessa situação”, comenta.

Ele também destaca que apenas a limpeza do arroio não é o único passo que precisa ser dado. “Temos que trabalhar junto aos moradores, conscientizar eles da necessidade de não jogar o lixo nesse local, usar os ecopontos do bairro. Não adianta realizarmos uma limpeza profunda se tudo voltará ao normal em algumas semanas por descuido da população.”

Participaram da vistoria o diretor-geral da Comur, Maurício Alcides Saul, o secretário de Obras de São Leopoldo, Geraldo Passo, o diretor-técnico da Comusa engenheiro Ari Borges dos Santos, além de outros engenheiros e técnicos. 

Foco do trabalho será em toda bacia 

Para o diretor-técnico da Comusa, o principal trabalho será nas obras de desassoreamento. “Precisamos trabalhar em toda a bacia, por isso a importância da colaboração entre os dois municípios. Sobre a Casa de Bombas, vamos elaborar um estudo técnico para manutenção e melhoria do sistema”, afirma dos Santos. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *