“Nesta festa que lembra o passado, buscamos inspiração para enfrentar os problemas de hoje”, diz Leite em Gramado

Compartilhe:
Email this to someone
email
Share on Facebook
Facebook
Crédito: Itamar Aguiar/Palácio Piratini.

Com o tema “Unindo origens, celebrando tradições”, Gramado deu início nesta quarta-feira (1º/5) à 29ª edição da Festa da Colônia. Até o dia 19, a ExpoGramado sedia uma mescla atividades culturais, gastronômicas e turísticas, valorizando a cultura dos colonizadores alemães, portugueses e italianos.

Ao chegar ao evento, o governador Eduardo Leite foi recepcionado por grupos de dança e bandinhas e pode degustar cucas feitas na hora em tradicionais fornos de barro. Na cerimônia de abertura, ressaltou a importância de manter as tradições dos imigrantes e de comemorá-las justamente no Dia do Trabalhador.

“A vocação para o trabalho, a capacidade empreendedora e o talento das pessoas ergueu a cidade de Gramado, apesar das dificuldades do relevo e por serem estrangeiros numa terra que talvez não tenha sido a mais acolhedora. Por isso, também é momento de lembrar a importância de exercemos tolerância e tratarmos com igualdade todas as pessoas, como os senegaleses, haitianos e venezuelanos que buscam o nosso Estado para viver e empreender”, disse o governador.

Crédito: Itamar Aguiar/Palácio Piratini.

Junto de outras autoridades, Leite ainda visitou diferentes espaços do evento, como a Feira de Produtos Coloniais, que reúne 21 agroindústrias, e a Feira Feito em Gramado, evento que ocorre em paralelo, no mesmo complexo, onde 140 artesãos e pequenos empresários expõe produtos locais, como confecções, artes plásticas e muito chocolate.

“Nesta festa que lembra o passado, buscamos inspiração para enfrentarmos os problemas de hoje. Olhamos para trás, mas sem nostalgia, em busca de novas façanhas”, concluiu o governador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis + 13 =