Impasse no transporte público hamburguense

Compartilhe:
Email this to someone
email
Share on Facebook
Facebook

Subsídio determinado por lei de 2020 está chegando ao fim  

Usuários do transporte enfrentam impasse – Crédito: PMNH

Aprovado por meio de Lei aprovada em 2020 junto à Câmara de Vereadores, o subsídio para o transporte coletivo hamburguense se aproxima de seu teto. Do montante máximo de R$ 1.872.000,00 previsto em lei, R$ 1.853.000,00 já foi repassado às empresas do transporte público. O repasse iniciou no mês de julho do último ano e possui determinação enquanto perdurar o estado de calamidade pública na cidade. 

Com o valor se aproximando de seu limite, há uma indefinição sobre os próximos passos. Porém, de acordo com a secretária de Desenvolvimento Urbano e Habitação de Novo Hamburgo, Roberta Gomes de Oliveira, há a possibilidade de que se extrapole o valor inicial. “Estou verificando se é necessária a aprovação da Câmara para que o repasse se estenda mesmo com o valor ultrapassado. A cidade não pode ficar sem transporte”, disse. 

Licitação 

Em relação ao processo licitatório que visa a definir a concessionária responsável pelo transporte, Roberta destaca que não existe definição. A licitação do transporte coletivo em Novo Hamburgo está em imbróglio há 10 anos. Após o encerramento do contrato com as concessionárias, em março de 2019, o serviço está garantido por meio de contrato emergencial com passagem congelada em R$ 3,85 com as mesmas empresas. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *