Homenagem ao Dia dos Pais

Compartilhe:
Email this to someone
email
Share on Facebook
Facebook

Quero, neste espaço, saudar os pais e reconhecer perante Deus o esforço de todos os pais que realmente têm se dedicado a cuidar bem dos seus filhos.

Cada filho tem boas ou más lembranças de seu pai. Alguns pais foram bons e amorosos. Outros foram violentos, abusivos ou rudes.

Existem aqueles filhos que não conheceram seu pai ou, se o conheceram, foi pouca a convivência. Hoje me lembrei de um jovem que disse em certa ocasião que mal conheceu seu pai. Ele dizia que só lembrava-se de seu pai em duas ocasiões. E estas duas ocasiões lhe deixaram lembranças ruins.  Assim, o dia dos pais, é um dia de lembranças, que podem ser boas ou ruins.

Para outros filhos, o dia dos pais, ao invés de ser um dia de comemoração e alegria, pode significar um momento de saudade, pois apesar destas pessoas terem  tido um pai que foi bom e muito amado, ele já partiu para a eternidade.

Mas, preciso dizer àqueles que sentem saudades, ou tristeza por que não têm boas memórias dos seus pais, que mesmo assim há um sentido especial neste dia dos Pais para cada um de nós:

Este é um momento para você lembrar que tem um pai que sempre lhe amou. Apesar das experiências que teve nesta vida, você tem um pai que nunca lhe abandonou.

Você tem um pai que tem trabalhado e operado a seu favor mesmo antes do seu nascimento.

Este pai é o nosso Deus

João falou sobre esta realidade com as seguintes palavras:

“Aquele que é a Palavra veio para o seu próprio país, mas o seu povo não o recebeu. Porém alguns creram nele e o receberam, e a estes ele deu o direito de se tornarem filhos de Deus. Eles não se tornaram filhos de Deus pelos meios naturais, isto é, não nasceram como nascem os filhos de um pai humano; o próprio Deus é que foi o Pai deles.” – João 1:11-13

Nesta ocasião é também importante dizer a cada pai que nós estamos deixando  marcas e construindo lembranças em nossos filhos. Tenho quatro filhos. Como será que meus filhos se lembrarão de mim? Que tipo de lembranças terão da convivência que tiveram comigo? 

Tenho consciência que só os meus filhos é que poderão responder a estas perguntas daqui a alguns anos. Porém, sei que posso me esforçar como pai, para produzir boas lembranças na vida de meus filhos.   

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze + dezenove =