FGF não descarta redução de sedes para concluir Gauchão

Compartilhe:
Email this to someone
email
Share on Facebook
Facebook

Presidente da Federação Gaúcha de Futebol, Luciano Hocsman, já abordou assunto com clubes na reunião da última quarta-feira  

Presidente da FGF manifestou possibilidade de Campeonato retornar com menos sedes – Crédito: GloboEsporte.com

A Federação Gaúcha de Futebol (FGF) trabalha em todas as frentes para encontrar uma forma segura e palpável de retomar o Gauchão durante a pandemia do Coronavírus. Uma das ideias debatidas com os representantes dos clubes na reunião de quarta-feira é a redução do número de cidades envolvidas com jogos. 

Mesmo assim, o presidente Luciano Hocsman reforça que o plano é ainda inicial e depende de inúmeros fatores. O principal deles diz respeito à regionalização do Estado por nível de risco de contágio ao vírus. O governo do Rio Grande do Sul dividiu as áreas por cores e, a partir da classificação, pode ocorrer maior abertura ou isolamento social. “Sede única, no entendimento da federação, é praticamente inviável. Não só a questão logística, mas financeira também, campos para treinamento, jogos, fica muito complicado de fazer. Mas não descartamos a possibilidade, de acordo com o que cada prefeito está tratando a situação de sua cidade, de nós encontrarmos uma forma de fazer a competição em três, quatro sedes”, comenta Hocsman em entrevista.

Número de sedes  

A quantidade de possíveis sedes para receber o restante do campeonato estadual também depende do debate após a publicação do novo decreto estadual, provavelmente nesta sexta (8). 

De acordo com o presidente da FGF, o primeiro contato com os clubes foi positivo sobre a redução de municípios usados para jogos. “Já pedimos para os clubes começarem a pensar nessa hipótese. Num primeiro momento, até foi bem aceita, porque eles têm a intenção também de completar a competição. Talvez isso não seja um empecilho para que a gente possa encontrar uma forma de encerrar a competição com a devida segurança”, diz. 

Reunião 

Na reunião da última quarta-feira, os 12 clubes acordaram em esperar as medidas tomadas pelo governo estadual para dar prosseguimento ao planejamento de retorno do Gauchão. Porém, nada ocorrerá antes do fim do mês de maio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × dois =