ESTÂNCIA VELHA – PAA inicia 2021 com distribuição de mais de três toneladas de alimentos

Compartilhe:
Email this to someone
email
Share on Facebook
Facebook

Cerca de 300 famílias foram beneficiadas com alimentos direto do produtor 

Famílias são beneficiadas com alimentos de produtores locais – Crédito: PMEV

Na manhã desta terça-feira (19), aconteceu a primeira edição do ano do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), que distribui verduras, legumes e frutas adquiridas diretamente dos produtores rurais de Estância Velha para entidades e famílias carentes do município. Ao todo, cerca de 300 famílias foram beneficiadas hoje. Os kits foram distribuídos para famílias da Vila Alta Tensão, das casas populares do Loteamento Veneza, da Vila Seca, e da Vila Perimetral. Serviram, ainda, famílias atendidas por 10 entidades locais, como Liga Feminina de Combate ao Câncer, além de famílias dos bairros Lago Azul, Bela Vista, Das Quintas, Campo Grande, atendidas pelo Programa de Atenção Integral à Família (Paif). 

Quem também ganha com o programa é o Hospital Municipal Getúlio Vargas. Mais de 200 kg de alimentos foram destinados à casa de saúde, quantidade suficiente para qualificar a refeição dos pacientes pelo período de 15 dias. “A chegada desses produtos fresquinhos só ajuda a melhorar a qualidade da nutrição do hospital, que já é boa e elogiada pelos pacientes”, ponderou a diretora do Getúlio Vargas, Juliana Feltes

Auxílio a necessitados  

O coordenador do PAA, Renan Mallmann, destaca que na ação desta terça, mais de 3,2 toneladas de alimentos foram entregues pelos agricultores estancienses e foram parar na casa de famílias necessitadas. Entre os alimentos estão: berinjela, alface, batata doce, moranga, abóbora, tomate, pepino, couve, brócolis, pimentão, tempero verde, morango congelado, entre outros. Conforme Renan, a ideia é ampliar o programa em Estância Velha. “Neste primeiro momento, contudo, vamos fazer um diagnóstico da situação para depois elaborar a estratégia. Essa primeira edição do ano, serviu para termos uma ideia de como o PAA funciona na prática”, explica. 

O programa, que é capitaneado pela Secretaria de Desenvolvimento Social, tem como coordenador da unidade recebedora o prefeito Diego Francisco, e como responsável pela unidade executora, a assessora de Gabinete, Letícia Escher Bauer. O projeto também envolve outros setores da administração municipal, como a Emater e o Departamento de Agricultura. A diretora de Agricultura, Danielle Machado, a técnica em agropecuária e extensionista da Emater, Mariane Lopes, acompanharam a realização da primeira feira do ano.

Luz na Madrugada auxilia na montagem e distribuição de kits 

Cinco integrantes do projeto Luz na Madrugada, entidade sem fins econômicos que trabalha na prevenção, tratamento e reinserção social de dependentes químicos, auxiliaram a Secretaria de Desenvolvimento Social a montar os kits e a distribuir os alimentos às famílias carentes.

Para o vice-diretor do projeto, Carlos Henrique, a participação dos internos em ações voluntárias ajuda no processo de ressocialização. “Nestas saídas, a gente analisa a atitude dos internos com as demais pessoas. Conseguimos fazer uma análise da evolução deles no tratamento”, explicou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *