ESTADO – Eduardo Leite elenca alternativas de apoio a pequenos empresários durante a pandemia

Compartilhe:
Email this to someone
email
Share on Facebook
Facebook

Governador citou que “governo trabalha em todas as frentes para enfrentar as consequências da doença” 

“Nosso governo trabalha em todas as frentes para enfrentar as consequências da doença” disse Leite em vídeo nas redes sociais – Crédito: Itamar Aguiar / Palácio Piratini

O governador Eduardo Leite destacou, em vídeo publicado nas redes sociais nesta quarta-feira (24), algumas das principais ações do Estado para auxiliar micro e pequenos empresários e mitigar o impacto econômico das restrições impostas pela pandemia de coronavírus. 

“Nosso governo trabalha em todas as frentes para enfrentar as consequências da doença, o que envolve não apenas melhorar a estrutura de saúde, como já fizemos, mas também oferecer apoio para a manutenção de negócios”, afirmou o governador. 

Foi nesse sentido que o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) garantiu, com o Banco Europeu de Investimento (BEI), parceria que vai disponibilizar cerca de R$ 34 milhões para investimentos e capital de giro de pequenos negócios de vários setores da economia do Rio Grande do Sul. 

“O capital de giro é aquele dinheiro que falta no dia a dia dos negócios de muita gente, seja entre pequenas empresas ou empresas maiores, e nós sabemos que o faturamento está bastante prejudicado”, ponderou Leite. 

Uma vez que o prazo para começar a pagar o financiamento é de até dois anos, pequenos empresários terão fôlego para se organizar, voltar a faturar e só então começar a pagar. 

“Neste momento, tudo isso é positivo porque, infelizmente, ainda vamos atravessar muitos momentos de oscilação durante a pandemia”, alertou o governador.

Medida  

Outra medida, também do BRDE, vigora desde abril do ano passado e já financiou R$ 44,7 milhões para empresas do turismo (Fungetur), como hotéis, que sofreram e ainda sofrem muito com as restrições de circulação. Para os setores ligados à economia criativa, como os segmentos de eventos e produção cultural, foram financiados R$ 13,5 milhões, auxílio também em vigor desde o início deste ano. 

“O BRDE e as demais instituições do sistema financeiro estadual, o Banrisul e o Badesul, estão com dinheiro disponível para apoiar as empresas de todos os portes, em especial as pequenas”, assegurou o governador. 

Prazos 

O governo do Estado também já anunciou a prorrogação de prazos para o recolhimento do ICMS, para aliviar o caixa das empresas. “Sabemos que essas ações não resolvem todos os problemas das nossas empresas, mas estamos fazendo tudo o que pode ser feito por um governo do Estado. Nosso objetivo é oferecer alternativas para aliviar os prejuízos gerados pelas severas e necessárias restrições que promovemos nas últimas semanas”, disse o governador. 

Desde segunda-feira (22), o Rio Grande do Sul está promovendo uma abertura lenta e responsável das atividades econômicas, com a retomada do sistema de cogestão regional e a ampliação da suspensão geral de atividades aos finais de semana e feriados. 

41 thoughts on “ESTADO – Eduardo Leite elenca alternativas de apoio a pequenos empresários durante a pandemia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *