ESTADO – 340 mil vacinas contra covid são enviadas a cidades gaúchas

Compartilhe:
Email this to someone
email
Share on Facebook
Facebook

18 coordenadorias regionais irão receber doses até amanhã

Quase 340 mil doses de vacina contra a Covid-19 são transportadas, nesta segunda (5/7) e terça-feira (6/7), nas rodovias gaúchas rumo a todas as regiões do Estado. Os motoristas da Secretaria da Saúde (SES) que trabalham nas 18 Coordenadorias Regionais de Saúde (CRS) têm importante papel no andamento ágil e seguro da campanha de vacinação.

“Tenho orgulho do trabalho que realizo na linha de frente da pandemia. Estamos levando a vacina para todas as cidades da nossa região”, disse Flávio dos Santos, motorista da 9ª CRS, com sede em Cruz Alta. Como a distância para Porto Alegre é de 345 quilômetros, o que representa cinco horas de viagem, Flávio começou a viagem ainda no domingo (4). É a terceira vez que faz o percurso para transportar imunizantes contra o coronavírus.
Locais
As vacinas que abastecem todos os postos de saúde e pontos de vacinação no Rio Grande do Sul são distribuídas a partir da Central Estadual de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos (Ceadi), na zona Leste de Porto Alegre. Na impossibilidade de se realizar a distribuição das doses por via aérea, com auxílio da Brigada Militar e da Polícia Civil, como é realizada em grande parte das vezes, todo o transporte das remessas é via terrestre nesta semana. São 18 rotas que abrangem todas as regiões do Estado. Os motoristas já estão vacinados, por serem profissionais na linha de frente ao combate do coronavírus.
Quem também está acostumado com o trajeto rumo a Porto Alegre é Rivadalve Hunger Koch, da 13ª CRS, com sede em Santa Cruz do Sul. “Todos estão aguardando a vacina. A minha sensação é de poder levar um pouco de esperança à população da minha região”, afirmou. “Saio bem cedo de Santa Cruz para ser um dos primeiros da fila e voltar o mais cedo possível. Assim como nós esperamos aqui, os motoristas dos municípios já estão esperando as vacinas lá na regional”, explicou, destacando a importância da agilidade do poder público em abastecer as salas de vacinas. Rivadalve faz a viagem de cerca de 300 quilômetros (contando a ida e a volta) para buscar vacinas contra a Covid-19 uma vez por semana, em média.
Logística
Por questões logísticas, algumas coordenadorias optaram por fazer a retirada de suas doses na manhã da terça-feira (6/7). Foi o caso da 7ª CRS, de Bagé. O motorista Ubirajara Lucena Goulart aproveitou que precisaria trazer outra carga a Porto Alegre a serviço da coordenadoria e organizou para passar a noite de segunda-feira (5/7) na capital e pegar as vacinas cedo no dia seguinte, antes de voltar a Bagé. “O sentimento é único, de saber que estamos salvando vidas. Vejo a importância enorme que tem o meu trabalho”, disse Ubirajara. A viagem leva quase seis horas e cerca de 360 quilômetros para rodar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *