ESPORTE – STJD indefere pedido do Vasco para anulação de jogo com o Inter

Compartilhe:
Email this to someone
email
Share on Facebook
Facebook

Decisão, se ratificada após pedido do clube, confirma rebaixamento do clube carioca

O polêmico gol de Rodrigo Dourado – Crédito: SCI

O STJD indeferiu nesta quinta-feira (4) o pedido do Vasco para anulação da partida contra o Internacional, realizada em 14 de fevereiro, em São Januário, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em campo, o time da casa perdeu por 2 a 0, mas alegou erro de direito na validação do gol de Rodrigo Dourado, o primeiro do Inter. Na ocasião, o VAR não funcionou, o que revoltou os vascaínos.

Cabe pedido de reconsideração por parte do Vasco, que vai entrar com recurso – se manifestou em nota oficial. Tal decisão, se ratificada, confirma o quarto rebaixamento do clube. Em sua argumentação, o presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva, Otávio Noronha, afirma que não houve “erro de direito” na validação do gol de Rodrigo Dourado, diferentemente do que defendia o Vasco.

Unanimidade

Noronha ainda destaca que a decisão do STJD foi tomada de forma unânime e, no fim de seu despacho, mandou arquivar o caso.

Em sua defesa, o Vasco utilizou material audiovisual contendo a comunicação entre a cabine do VAR e o árbitro do campo, Flávio Rodrigues de Souza. Há a gravação de discussões que se deram imediatamente após o gol de Rodrigo Dourado e durante o intervalo.

Indenização

Com o rebaixamento confirmado, apesar de caber pedido de reconsideração, o Vasco já trabalha no sentido de mover uma ação cível contra a CBF e a Hawk-Eye, empresa que opera o VAR no Brasileiro, pedindo uma reparação de R$ 100 milhões. Trata-se justamente do valor que o clube imagina que vá perder em receitas com a queda à Série B.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *