Escolas municipais de Novo Hamburgo retomam atividades presenciais

Compartilhe:
Email this to someone
email
Share on Facebook
Facebook

Estudantes voltaram ao ambiente escolar após mais de um ano em atividades domiciliares 

A segunda-feira, 10 de maio, foi de reencontros nas escolas municipais de Novo Hamburgo. Depois de pouco mais de um ano de atendimento remoto e sem a presença de professores e estudantes, as instituições voltaram a atender presencialmente. Previsto no calendário escolar da Rede Municipal de Ensino, o ensino híbrido adotado neste momento combina ações realizadas nas escolas e em casa. Para reforçar os cuidados sanitários, novos protocolos foram incluídos na rotina escolar. 

Ações como aferição da temperatura, uso de máscaras, distanciamento e utilização de álcool em gel foram adotadas pelas escolas como cuidados no combate à transmissão do coronavírus. Durante o primeiro dia de aulas presenciais, a secretária de Educação, Maristela Guasselli, visitou algumas escolas acompanhada pela diretora de Educação, Raquel Becker. “A gente percebe no olhar das crianças e dos professores a alegria por poderem voltar à escola. O retorno será importante, sobretudo, para o processo de aprendizagem dos nossos estudantes. Os profissionais das escolas estão se empenhando ao máximo e criando soluções para que a volta aconteça da melhor forma possível”, explica Maristela. A Rede Municipal de Ensino tem 24 mil estudantes matriculados nas 89 escolas municipais e 2 mil professores.

A decisão sobre a participação presencial das crianças na escola é tomada pelas famílias e registrada a partir da assinatura do Termo de Responsabilidade. Conforme levantamento da Secretaria de Educação (SMED), cerca de 60% dos responsáveis indicaram o retorno dos filhos já na primeira semana de aulas. Mesmo após a assinatura do documento, os pais podem mudar a decisão e solicitar novo termo na escola em que a criança está matriculada. Conforme registros da SMED, 42 professores não compareceram às escolas.

Escolas organizam rotina e novos espaços 

Na Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Elvira Brandi Grin, no bairro Rondônia, a comunidade escolar é recebida com uma faixa instalada logo na entrada e que lembra sobre a importância dos protocolos sanitários. A equipe diretiva organizou uma série de estratégias levando em consideração o espaço físico da escola. Nas salas de aula, adesivos sobre as classes indicam quais são os lugares que devem permanecer desocupados para garantir o distanciamento entre os estudantes. Para os momentos de lanche, foi montado um espaço com bancos na área coberta. Já o almoço será no refeitório, que teve as mesas realocadas, com pratos que saem da cozinha já servidos pelas merendeiras. Quando a turma sai da sala, a equipe de higienização trata de limpar o local. “Estamos felizes por este primeiro dia de atendimento presencial e cuidando para que tudo seja realizado da melhor forma. As famílias estão conscientes da importância do retorno e também dos cuidados com a saúde”, disse a diretora Ana Paula Dick Schleich.

Famílias comemoram retorno 

A retomada das atividades presenciais na Rede Municipal de Ensino também marcou o primeiro dia da pequena Maria Clara da Rosa Lopes, de 1 ano e meio, na Escola Municipal de Educação Infantil (EMEI) Alecrim. Inaugurada no final de 2020, a escola recebeu, presencialmente, as crianças pela primeira vez nesta segunda-feira. A mãe de Maria Clara, Bruna Franciele da Rosa, 22 anos, comemorou o retorno das atividades nas escolas e a oportunidade da filha conviver com outras crianças e professores. “Minha família ficou muito feliz com a volta das aulas presenciais. Sei como vai ser importante para o desenvolvimento da minha filha. Aqui ela pode brincar com outras crianças e aprender”, conta a operadora de caixa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *