Conselho Tutelar de Estância Velha apresenta índice de atendimentos de 2019

Compartilhe:
Email this to someone
email
Share on Facebook
Facebook

Foram 585 atendimentos ao longo do último ano

Reunião contou com a presença da prefeita Ivete Grade (terceira da esq. para a dir.) – Crédito: Ascom PMEV.

A prefeita e secretária interina de Desenvolvimento Social, Ivete Grade, se reuniu na última segunda-feira (10) com os integrantes do Conselho Tutelar de Estância Velha, para avaliar os índices de atendimentos no ano de 2019. No total foram 585 atendimentos. Em primeiro lugar ficou tentativa de suicídio. Maus-tratos ocupou o segundo lugar. Abuso sexual ficou em terceiro lugar. Delinquência na escola ocupou o quarto lugar e por último, acontecimentos envolvendo bebidas alcoólicas ficaram em quinto lugar.

A preocupação da equipe é buscar modos de prevenção com o objetivo de diminuir estes índices. Conforme a prefeita, são dados preocupantes e que com união se consegue soluções. “As áreas que queremos trabalhar com as crianças são educação, saúde e assistência social”, explicou Ivete.

A prefeita ainda disse que o trabalho do Conselho Tutelar é importante, pois assim é possível detectar onde estão as situações mais graves. “Sempre zelando pela causa das crianças e adolescentes de forma concreta, buscando juntos ações para serem discutidas na rede do município”, acrescentou.

Além disso, uma das metas é o fortalecimento da rede para que estes tipos de violência sejam logo diagnosticados e encaminhados ao setor responsável. A outra é focar em mais políticas públicas que possam atender as crianças no contra turno escolar. Vale lembrar aquelas que já existem: Projeto Girassol, atividades esportivas na Coordenadoria Municipal do Desporto (CMD) e Espaço Cultural.

Para o coordenador do Conselho Tutelar, Miqueias Amaral, o fortalecimento da rede proporciona atividades diferentes e benéficas aos jovens. “Nosso propósito é oferecer vida mais tranquila e saudável, diminuindo os casos, principalmente aqueles com números mais altos”, comentou. Segundo ele, a intenção é unir todas as mãos que podem ajudar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *