Comusa completa 20 anos e lança livro para contar a história da municipalização da água

Compartilhe:
Email this to someone
email
Share on Facebook
Facebook

Obra está disponível para download da comunidade no site da autarquia
a partir desta quarta-feira.

Servidor mais antigo da Comusa recebeu o livro das mãos da prefeita Fátima Daudt e do diretor geral da Comusa Márcio Luders. Créditos: Comunicação PMNH

 

Uma luta de mais de 10 anos e duas décadas de prestação de serviços à
comunidade. A Comusa completou 20 anos de atuação na última
segunda-feira, 3. Uma história baseada em uma profunda ligação com a
comunidade, que abraçou a causa da municipalização dos serviços de
água e esgoto muito antes de a autarquia assumir o abastecimento em
1998. Essa trajetória agora é lembrada em um livro lançado pela
autarquia, e disponibilizado para download gratuito nesta
quarta-feira, 5.

Contando toda a história da Comusa, o livro dá ênfase à luta dos
moradores de Novo Hamburgo para que o abastecimento de água fosse
municipalizado. Uma mobilização iniciada ainda na década de 1980 e que
contou com a participação de diversas entidades locais e também da
comunidade, que foi às ruas protestando contra a precariedade dos
serviços prestados na época.

O objetivo do projeto é fazer um resgate desse vínculo entre a Comusa
e a comunidade. O lançamento da obra foi realizado em uma solenidade
na Fundação Ernesto Frederico Scheffel, que contou com a presença de
autoridades e dos ex-presidentes e ex-diretores da autarquia. “Foi uma
luta muito bonita empreendida pela nossa comunidade. Hoje temos muito
orgulho em poder dizer que a água é nossa, e que continuará sendo
nossa”, afirmou a prefeita Fátima Daudt ao receber um exemplar da
obra.

A versão impressa será enviada para todas as escolas municipais de
Novo Hamburgo, e estará disponível para empréstimo na Biblioteca
Pública Municipal Machado de Assis. “Fizemos esse resgate da nossa
história, que é uma história da comunidade, para juntos pensarmos
também nas próximas décadas. Queremos avançar, sempre pensando
melhorar a qualidade dos nossos serviços e buscando uma cidade mais
sustentável”, ressaltou o diretor-geral da Comusa, Márcio Lüders,
durante a solenidade.

ENTREGA SIMBÓLICA – Ao final da cerimônia de lançamento um momento
emocionou os convidados. Ao receber o exemplar do livro, a prefeita
Fátima Daudt chamou o servidor Cristiano de Oliveira para receber a
obra. Oliveira, que deu seu depoimento para o livro, estava na Comusa
no primeiro dia em que o município assumiu os serviços, em 1998, e
continua trabalhando na autarquia como servidor concursado atualmente.
“É uma emoção muito grande ver esse momento e ter participado dessa
história”, lembrou, emocionado, o servidor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *