Comusa adere ao Pacto Global da ONU

Compartilhe:
Email this to someone
email
Share on Facebook
Facebook

Autarquia é o único órgão público do Estado e a única concessionária de serviços de saneamento do Sul do Brasil a tornar-se signatária do projeto das Nações Unidas

A prefeita Fátima Daudt e o diretor-geral da Comusa, Márcio Lüder, anunciaram o ingresso da Comusa na Rede Brasil do Pacto Global – Crédito: Divulgação.

A Comusa Serviços de Água e Esgoto de Novo Hamburgo acaba de ingressar na Rede Brasil do Pacto Global. A iniciativa das Nações Unidas (ONU) busca mobilizar a comunidade empresarial na adoção e promoção, em suas práticas de negócios, de 10 Princípios universalmente aceitos nas áreas de direitos humanos, trabalho, meio ambiente e combate à corrupção. O anúncio foi realizado na manhã desta terça-feira, 25, em uma coletiva de imprensa com a prefeita Fátima Daudt e o diretor-geral da Comusa, Márcio Lüders.

Criado em 2000, o Pacto Global foi idealizado pelo ex-secretário-geral da ONU Kofi Annan e dá aos membros acesso a ferramentas que contribuirão para ampliar o envolvimento da organização com os temas de sustentabilidade e com as discussões na área. O processo para tornar-se signatária começou na Comusa há cerca de um ano, incluindo contatos com o escritório da ONU em Nova Iorque. “Para além dos princípios que seguiremos, acreditamos que a adesão à iniciativa nos abrirá portas importantes de parcerias com a ONU para o desenvolvimento de projetos que beneficiarão Novo Hamburgo”, explica Lüders.

O Pacto Global possibilita a participação em programas locais e internacionais, dentre os quais os grupos temáticos conduzem projetos nas áreas de Água, Alimentos e Agricultura, Anticorrupção, Direitos Humanos e Trabalho, Energia e Clima e Objetivos de Desenvolvimento Social (ODS). “Estamos colocando Novo Hamburgo no futuro. É maravilhoso saber que a Comusa faz parte do Pacto Global da ONU, pois coloca a cidade em um patamar diferenciado. Esse pacto é o passo para primeiro mundo que queremos dar”, ressalta a prefeita Fátima.

Com mais de 13 mil participantes em quase 170 países, a iniciativa conta com cerca de 770 membros no Brasil, país que possui a terceira maior rede. Dentre os membros estão algumas das maiores empresas do mundo que passaram a adotar as práticas que agora serão implantadas na Comusa. “Esse trabalho é muito importante porque mostra o compromisso da cidade com o desenvolvimento sustentável. Isso também nos ajuda na busca por financiamentos internacionais”, lembra a secretária de Desenvolvimento Econômico de Novo Hamburgo, Paraskevi Bessa-Rodrigues.

 

Compromisso

Ao aderir à iniciativa, a Comusa se compromete a reportar à ONU anualmente suas ações para o progresso dos 10 Princípios estabelecidos pelo Pacto. “Esses compromissos já estão assegurados nas práticas da Comusa. O que vamos desenvolver são ações para disseminar essas práticas, contribuindo com o desenvolvimento da nossa cidade”, explica Lüders.

Com a criação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), o Pacto Global também assumiu a missão de engajar diferentes setores na agenda da sustentabilidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − dezenove =