COLUNA – Fidelidade com Deus (parte 1)

Compartilhe:
Email this to someone
email
Share on Facebook
Facebook

Jô 1:6 a 8

“E num dia em que os filhos de Deus vieram apresentar-se perante o Senhor, veio também Satanás entre eles. Então o Senhor disse a Satanás: Donde vens? E Satanás respondeu ao Senhor, e disse: De rodear a terra, e passear por ela. E disse o Senhor a Satanás: Observaste tu a meu servo Jó? Porque ninguém há na terra semelhante a ele, homem íntegro e reto, temente a Deus, e que se desvia do mal”.

Quando eu li este texto pela primeira vez, eu fiquei chocado.

Porque toda a construção que eu havia feito sobre está história durante toda a minha adolescência, acabou quando eu compreendi este texto.

Uma coisa é alguém falar para você, sobre algo que você conhece. 

Outra coisa é você testificar e ler.

O problema é que às vezes nós somos filtrados por palavras erradas, equivocadas e não que haja mal nisso, mas às vezes quando nos lemos identificamos a verdade, a gente fala: Meu Deus isso não faz sentido. E isso é uma das verdades que para mim, quando li pela primeira vez este texto eu disse: Não pode ser.

Eu pensei a vida inteira que Satanás havia perguntado para Deus a respeito de Jó.

Eu pensei a vida inteira que quem trouxe a luz sobre Jô era Satanás.

Quem falou sobre Jô entre o diálogo entre Deus e Satanás fosse Satanás.

Só que a bíblia não diz que foi assim que aconteceu.

A bíblia diz que quem traz a luz de Jó para o debate contra Satanás não foi Satanás e sim Deus.

Quem provoca a Satanás é Deus.

Quem faz a coisa pegar fogo, quem coloca lenha na fogueira na vida de Jó é Deus.

Quer dizer: Jô era fiel, justo e honesto e mesmo assim Deus não o poupa. 

Deus faz ao contrário, Deus pega o melhor e coloca na tempestade.

Sabe irmãos, quando eu li isso, eu pensei, meu Deus.

Porque o sofrimento de Jó foi algo terrível diz a bíblia. 

Jó vai perdendo aos poucos tudo que tinha. 

O verso 8 Deus diz para Satanás Observaste tu a meu servo Jó? 

Porque ninguém há na terra semelhante a ele, homem íntegro e reto, temente a Deus, e que se desvia do mal.

O que Satanás faz? 

Pede autorização para Deus estabelece ali alguns limites para que Satanás não lhe tocasse. 

Se você lê o texto começa contando as riquezas que Jô possuía.

Jô era um homem muito rico, ele tinha muitos Camelôs, gado, e era muito próspero. 

E mesmo sendo um homem muito rico era muito fiel.

E aqui está a prova de que nem sempre o dinheiro corrompe o ser humano. 

Mas com Jô era diferente. Jô era fiel Justo e era um homem que se desviava do mal. 

Jô tinha uma família.

Quando li está história pensei, Deus porque fazer isso com Jô.

Ninguém há na terra semelhante a ele, homem íntegro e reto, temente a Deus, e que se desvia do mal.

Satanás então questiona a Deus diz: Será que Jó não tem razões para temer a Deus?

“Acaso não puseste uma cerca em volta dele, da família dele e de tudo o que ele possui? 

Tu mesmo tens abençoado tudo o que ele faz, de modo que todos os seus rebanhos estão espalhados por toda a terra. 

Mas estende a tua mão e fere tudo o que ele tem, e com certeza ele te amaldiçoará na tua face. “

Porque na cabeça de Satanás a nossa fidelidade está intrelado naquilo que agente têm. 

Porque é Satanás que é interesseiro, ele é corruptível… 

(Continua na próxima semana)  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis + 1 =