Capela de Santana – Transaçoriana é tema de reunião com secretário dos Transportes

Compartilhe:
Email this to someone
email
Share on Facebook
Facebook

Realização da obra beneficia Capela de Santana

Reunião tratou sobre a conclusão da Transaçoriana – Crédito: Divulgação.

Em encontro solicitado pelo deputado federal Giovani Feltes, na manhã desta terça-feira (03), os deputados federais Lucas Redecker e Dionilso Marcon estiveram com o secretário de Logística e Transportes, Juvir Costella, para tratar sobre a conclusão dos 11 quilômetros da Transaçoriana, que liga o Vale do Caí e Sinos com a região Metropolitana. A rodovia também é importante para outras regiões, como a Serra. Os deputados trataram com o secretário sobre a destinação de emendas parlamentares para execução da obra.

Para Redecker, “esta é a obra mais imediata para diminuirmos o fluxo da Scharlau e da BR 116, o que não anula nem um pouco a necessidade de extensão da BR 448, que é outra pauta de muitos anos que a região vem debatendo”. De acordo com o deputado ainda, a Transaçoriana, assim como tantas outras obras no Estado e no país, ficará pronta tardiamente, pois quando se fala da necessidade de uma obra no país é porque ela já deveria estar pronta. No último sábado (29), o deputado Pedro Westphalen esteve com o prefeito Alfredo Machado de Capela de Santana reiterando seu compromisso com o município e empenho incondicional para tirar a obra do papel

Saiba mais sobre a Transaçoriana

A rodovia tem aproximadamente 19 quilômetros de extensão e liga os municípios de Nova Santa Rita, Portão e Capela de Santana, sendo que 8,4 quilômetros até o município de Santa Rita estão asfaltados. Os quase 11 quilômetros que faltam ser pavimentados têm custo estimado em R$ 14 milhões.

A Transaçoriana é alternativa importante para cortar caminho e fugir do fluxo intenso da BR-116, e faz a ligação direta entre BR-386 e RS-240. Por meio dela, a produção rural da região é escoada para Porto Alegre e Serra, além de ser importante para outros setores, como indústrias química e metalúrgica de Portão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 + 9 =