CAMPO BOM – Prefeitura aguarda serviço que facilitará a emissão de documentos para transporte animal

Compartilhe:
Email this to someone
email
Share on Facebook
Facebook

Por meio de convênio com a Secretaria de Agricultura do Estado, Prefeitura busca instalar um Escritório de Defesa Agropecuária no Município 

Diversos tipos de documentos serão aceitos – Crédito: PMCB

Em 2021, a Prefeitura deverá contar com um Escritório de Defesa Agropecuária (EDA), espaço que facilitará a emissão de documentos para transporte de animais. A solicitação de instalação do espaço no térreo da Prefeitura, junto à Sala do Empreendedor, foi realizada há alguns dias à Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr) do Estado. Entre as atividades desenvolvidas pelo serviço, destaca-se a emissão de Guia de Trânsito Animal (GTA), documento oficial para transporte animal no país que contém informações essenciais sobre o animal, seu status de vacinação, sua origem e destino final. No Brasil, os animais que precisam dessa documentação são os de produção, como suínos, ovinos, bovinos, bubalinos, caprinos, equinos e aves. “Estamos buscando a instalação desse escritório em Campo Bom para facilitar a vida do nosso produtor rural, para que ele não precise se locomover para outra cidade para emitir esses documentos”, explica o prefeito Luciano Orsi.

Autorizações 

Além das GTAs, o escritório ainda poderá emitir documentos que autorizam a exposição e participação de animais em eventos, uma vez que, a fim de se evitar a transmissão de doenças em situações de aglomeração de gado, seu proprietário deve comprovar a sanidade do animal por meio de exames obrigatórios. Segundo o coordenador da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Airton Schäfer, se a solicitação de instalação do EDA for deferida pelo Estado, ele deve ser implantado na Prefeitura ainda no primeiro semestre de 2021. “Atualmente, nós temos mais de 900 bovinos e quase 400 equinos registrados em Campo Bom, mas acreditamos que esse número seja maior. Esse novo serviço é muito importante para que o Município tenha controle e registro desses animais, porque muitas vezes o produtor tenta vender seu rebanho e não consegue entregar porque o animal não tem documentação”, afirma o coordenador, explicando que, atualmente, quando o produtor precisa fazer o transporte de algum animal, deve ir até Parobé emitir o documento, porque lá fica o EDA IVZ regional, ao qual Campo Bom pertence.

Solicitação 

A solicitação de instalação do escritório na cidade já foi realizada junto ao EDA regional, de Ivoti, e deferida. Nessa segunda etapa, a Prefeitura envia um ofício para o Secretário da Agricultura do Estado, o Plano de Trabalho de Campo Bom e uma ficha com informações de cadastro do funcionário que será responsável pelo atendimento no EDA. Com a aprovação desses documentos, o Município recebe um Termo de Cooperação Técnica (TCT) do Estado para instalação do EDA em Campo Bom.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *