Campo Bom – Campanha quer turbinar as compras na cidade para ajudar a recuperar a economia local

Compartilhe:
Email this to someone
email
Share on Facebook
Facebook

São quatro mil estabelecimentos comerciais em Campo Bom  

Daiana compra tudo o que precisa em lojas de Campo Bom – Crédito: Jonas Soares/ PMCB

Opções não faltam. São quatro mil estabelecimentos comerciais com cerca de 70 mercados e supermercados além de 12 redes de lojas, sem falar nos pequenos comércios de bairros que formam uma ampla gama de oportunidades de compras em Campo Bom. Então, por que não comprar na cidade? Essa é a cultura que a Prefeitura quer desenvolver na população com uma campanha para estimular que as compras ocorram no município como forma de amenizar os prejuízos causados pela pandemia do coronavírus. E ainda se torna uma forma de declarar o quanto se ama a cidade presenteando com artigos de Campo Bom neste 12 de junho, Dia dos Namorados.

Compras

Quem já demonstra seu carinho pela cidade em que mora é a operadora de telemarketing Daiana Borba, 20 anos, moradora do bairro Santa Lúcia. “Por ser moradora daqui, eu opto por comprar na cidade, é mais prático e há muitas opções. Tudo que eu procuro eu acho com qualidade e atendimento diferenciado em Campo Bom”, comenta. O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Aírton Schäfer, comenta que percebe a dificuldade que o comércio sente em manter vendas e empregos sob efeito da pandemia. “Por isso, campanhas de estímulo são tão importantes. O setor está precisando de um apoio”, afirma.

O prefeito Luciano Orsi ressalta a importância do engajamento da sociedade, pois fortalecendo o mercado local todos ganham. “Queremos motivar as pessoas a consumir aqui para não só aquecer a economia mas auxiliar na retomada de negócios e na manutenção de empregos”, afirma. Dados do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados no final de maio mostram que, em Campo Bom, o saldo de empregos deste ano até maio é de -517. No Brasil, o mercado de trabalho perdeu 763 mil vagas com carteira assinada entre janeiro e abril deste ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze + dois =