Campo Bom – Câmara de Vereadores entrega título de Cidadão Campo-Bonense a Fernando Bilhalva

Compartilhe:
Email this to someone
email
Share on Facebook
Facebook
Crédito: Divulgação.

O Legislativo de Campo Bom entregou ao senhor Fernando Bilhalva o título de cidadão Campo-bonense na noite de ontem (12), em virtude dos relevantes serviços prestados ao município, que contribuíram para o crescimento da cidade. Os proponentes da homenagem foram os vereadores Alexandre Hoffmeister (PP) e Paulo Tigre (MDB).

A cerimônia foi conduzida pelo presidente da casa, Paulo Tigre (MDB), e contou com presença do prefeito Luciano Orsi, vereadores, entidades tradicionalistas, entre outras autoridades. A abertura da solenidade foi realizada pela Orquestra Jovem da Escola de Arte e Educação de Campo Bom.

Para o presidente Paulo Tigre, a homenagem teve como objetivo agradecer quem tem feito um trabalho extenso e belo no município.  “É novamente um momento histórico para esta Câmara Municipal. O Poder Legislativo, entre as inúmeras funções que ele tem, uma delas é esta, a de homenagear”, destacou.

Na ocasião, Alexandre Hoffmeister (PP) também saudou o homenageado, destacando principalmente a importância da participação social que desenvolveu ações solidárias em prol da população.

Fernando Bilhalva relembrou sua trajetória de vida em Campo Bom, ressaltando os anos de trabalho como empreendedor, sua passagem nas empresas calçadistas, e sua longa história pela CTG Campo Verde. “Tenho a agradecer também a inserção social que o CTG Campo Verde me proporcionou, me aprovando no quadro social em 1979, permitindo que revivesse minha infância. Apresentou-me pessoas com os mesmos costumes, revitalizando em mim a vontade de manter a chama acesa do tradicionalismo que trago dentro do peito. Agradeço a oportunidade de ter colaborado na liderança desta entidade por 34 anos”, declarou o homenageado.

Emocionado, Fernando afirmou que é uma honra ser agraciado com a principal honraria do Município. Ele agradeceu aos autores e a todos os vereadores por aprovarem seu nome. “Com muita importância, cito minha família, que foi o alicerce para minhas conquistas e crescimento”, finalizou.

A pessoa que recebe o título de Cidadão Honorário passa a ser um conterrâneo, mesmo que não tenha nascido no município que lhe concede tal homenagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 − 12 =