Câmara dos Deputados instala Frente Parlamentar em Defesa da Extensão da BR-448

Compartilhe:
Email this to someone
email
Share on Facebook
Facebook

Solenidade ocorrerá no Salão Nobre da Câmara dos Deputados

Iniciativa é do Deputado Federal Lucas Redecker – Crédito: Divulgação.

Por iniciativa do deputado federal Lucas Redecker (PSDB/RS), a Câmara dos Deputados instala nesta quarta-feira (05), a Frente Parlamentar em Defesa da Extensão da BR-448, no Salão Nobre (prédio principal da Câmara dos Deputados), em Brasília/DF. Na mesma solenidade, serão lançadas também as Frentes Parlamentares Mistas pela Conclusão da BR 470 e BR 285, de iniciativa do deputado federal Ronaldo Santini (PTB/RS).

Segundo Redecker, a frente parlamentar é necessária para manter a mobilização dentro do Parlamento quanto a necessidade da obra. A meta, de acordo com o deputado, é concluir o Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA) – etapa necessária para a realização das obras – para daí pedir a inclusão dos recursos para a obra no orçamento da União.

Segundo o superintendente do DNIT, Delmar Pellegrini Filho,  já estão disponibilizados os recursos necessários para a realização do EVTEA da extensão da BR-448, em 18,7 quilômetros. O diretor garantiu que a intenção do DNIT é que o EVTEA esteja concluído até o fim do ano.

No ano passado, uma emenda de bancada disponibilizou R$ 10 milhões dos R$ 29 milhões necessários para os estudos. Lucas Redecker já realizou diversas audiências com os ministros dos Transportes (governo Temer) e da Infraestrutura (governo Bolsonaro) e há poucos dias esteve com o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, que manifestou-se solidário ao pleito e prometeu ao parlamentar o apoio necessário para tirar o estudo do papel.

Atualmente, cerca de 140 mil veículos trafegam por dia na BR 116, na região da Scharlau, em São Leopoldo. “Se a extensão da BR 448 estivesse pronta, seriam 40 mil veículos a menos circulando justamente nesse que é um dos pontos mais congestionados da rodovia diariamente”, argumenta o deputado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro + dezesseis =