Author Archives Ari Schneider

IENH promove curso de desenvolvimento WEB no Programa Meninas Digitais

Postado por Ari Schneider  /   outubro 21, 2019  /   Posted in Geral  /   No Comments

Crédito: Divulgação.

A IENH está com inscrições abertas para o minicurso gratuito Desenvolvimento WEB. Integrando o Programa Meninas Digitais IENH, a proposta ocorrerá no dia 26 de outubro, das 8h30min às 12h.

O objetivo do minicurso é preparar o aluno para o desenvolvimento de páginas simples usando HTML5. A programação abordará temas como HTML, CSS, Javascript e hospedagem de site.

Mais informações e inscrições pelo e-mail [email protected]

Sobre o Programa Meninas Digitais

O Programa Meninas Digitais IENH tem como objetivo promover ações que fomentem a participação feminina na área de computação, por meio de atividades motivacionais e informativas, incentivando meninas a explorar as áreas de tecnologia, programação e empreendedorismo. Saiba mais em ienh.com.br/meninasdigitais

Novo Hamburgo – Prefeitura entrega à comunidade uma nova UTI Neonatal

Postado por Ari Schneider  /   outubro 17, 2019  /   Posted in Geral, Saúde  /   No Comments

Com investimento de R$ 1.295.110,59, espaço físico é 261% maior que a área anterior

Fátima Daudt realizou a entrega da nova UTI Neonatal. Crédito: Lu Freitas.

O Hospital Municipal de Novo Hamburgo está se transformando em um complexo de atendimento da gestação aos cuidados intensivos aos recém-nascidos. Meta buscada desde 2017 com projetos de expansão e aceleração das obras na casa de saúde. Nesta trajetória institucional e há apenas dois meses depois da entrega das reformas da Maternidade, a prefeita Fátima Daudt realizou nesta quinta-feira, dia 17, a entrega da estrutura da Unidade de Tratamento Intensivo Neonatal. “Queria ter uma varinha de condão para reformar o hospital inteiro, mas devido ao fluxo do hospital precisamos ir por etapas. Gradativamente, estamos promovendo uma evolução na saúde e a UTI Neonatal é mais um exemplo de nossa busca para o bem-estar de nossa população”, disse, emocionada, a prefeita.

Localizado junto à Maternidade e ao Centro Obstétrico, o espaço possui 356,28 metros quadrados, 261% a mais que a área antiga, de 136,49 metros quadrados. O investimento foi de R$ 1.295.110,59, sendo R$ 818.780,00 do governo federal, R$ 208.179,09 dos cofres municipais e R$ 268.151,50 da Universidade Feevale, que repassou o valor para a aquisição de mobiliário, painéis de gases, sistema IT-Médico e instalações de telecom, elétrica e esperas de câmeras, que serão instaladas em breve.

Além do ambiente mais amplo e equipamentos com tecnologia de última geração, a Unidade passa de 20 para 25 leitos, cinco a mais pelo projeto Canguru. Com isso, a UTI Neonatal do Hospital Municipal é a segunda do Estado – a outra é a Santa de Casa de Porto Alegre – a contar com este espaço propício para um contato humanizado dos pais com seus filhos até que possam receber alta hospitalar. Além disso, o pai e a mãe podem permanecer juntos 24 horas ao lado do bebê – antes era um de cada vez. A nova área também cumpre todas as legislações, inclusive a RDC 50.

Sobrecarga

Ao citar o salto qualitativo no atendimento, com a linha completa de cuidados na UTI Neonatal – do processo intensivo, indo ao intermediário e para o Canguru -,  a prefeita reiterou que a Administração Municipal não inaugura tijolos e sim executa obras que dão resultados. “E um grande passo foi dado para oferecer mais assistência aos neonatos, que precisam de um suporte intensivo”, afirmou. Fátima também chamou atenção para um problema sério na saúde. “É do conhecimento que cidades no entorno estão fechando leitos e unidades de saúde. E, no momento em que o SUS está funcionando em uma cidade, como em Novo Hamburgo, estamos registrando uma sobrecarga de pacientes vindos de outros municípios.” Dados das UPAS Centro e Canudos dão conta que, somente em setembro, 800 usuários de outros municípios buscaram atendimento eletivo nestas duas unidades.

O secretário de Saúde, Naasom Luciano, ressaltou a importância da parceria com a Feevale para a finalização da obra e o funcionamento da unidade de saúde via SUS. “Nossa missão é transformar o hospital e estamos fazendo uma mudança da água para o vinho, literalmente. Fazer saúde de qualidade e obras em um hospital de 228 leitos, mais de 1 mil internações por mês e 100% SUS não é fácil, mas estamos mostrando um SUS que dá certo. A entrega da nova UTI Neonatal é motivo de comemoração”, citou, acrescentando que 25 leitos é um número expressivo em comparação com cidades do mesmo porte de Novo Hamburgo que oferecem 10 ou 8 leitos.

Tesouro

Com brilho nos olhos ao falar das novas instalações, o dr. Pierre Prunes, coordenador da UTI Neonatal do Hospital Municipal de Novo Hamburgo, comparou a Unidade a “um tesouro”. “O que temos aqui em termos de equipamentos, nem mesmo hospitais privados de porte possuem, como bombas de infusão e os babypuffs, que proporcionam maior segurança na reanimação do bebê. Nossa UTI é de uma grandeza ímpar e conta com profissionais capacitados e habilitados para fazer a diferença e oferecer o que há de melhor para uma população de 21 municípios (ver abaixo), dos quais somos referência de Gestação de Alto Risco desde o ano passado”, afirmou.

Segundo o diretor do Instituto de Ciências da Saúde da Feevale, Cesar Augusto Teixeira, o momento é histórico para a instituição de ensino, que pôde contribuir para a consolidação de um espaço de excelência para a saúde do Município. “A ativação desta unidade marca o início de uma série de ações decorrentes da implementação do Curso de Medicina, como a inserção de professores e alunos nos cuidados da saúde das crianças neste espaço e a implantação da residência em Pediatria”, afirmou, acrescentando que “a parceria tende a ser perene, com esforços conjuntos para a saúde da população e a formação de profissionais”.

Atendimento de Excelência

Rafaga Nunes Fontoura, diretor-presidente da Fundação de Saúde Pública de Novo Hamburgo (FSNH), fez questão de citar o trabalho da equipe. “A estrutura mudou, mas a equipe é a mesma. Nossos profissionais vão além do prescrito, são incansáveis na busca de soluções. Hoje, a entrega da UTI também é um reconhecimento, o coroamento do trabalho de cada um. E ficamos felizes em poder oferecer mais ferramentas e estrutura necessária para que continuem este trabalho maravilhoso”, disse Fontoura.

Já o vice-prefeito Dr. Antônio Fagan destacou a importância de um planejamento familiar e um pré-natal muito bem-feito para que não se precise utilizar a UTI Neonatal, deixando-a somente para urgência e emergência. “Precisamos fazer com que as pessoas tenham consciência da importância do pré-natal, pois não é mais admissível gestantes com sífilis, uma doença que se trata com três injeções. Nossas unidades de saúde oferecem exames e testes rápidos, podemos mudar esta situação.”

A UTI Neonatal, que integra a Rede Cegonha, é dividida em três unidades: Terapia Intensiva (10 leitos), Cuidado Intermediário Convencional (10 leitos) e Cuidado Intermediário Canguru (5 leitos). As Unidades recebem RNs considerados de alto/médio risco, os quais necessitam, na maioria das vezes, aguardar recuperação nutricional e maturidade pulmonar ou neurológica. Os bebês que utilizam o espaço são de partos realizados no Hospital Municipal e também vindos de outras cidades, seguindo regulamentação e direcionamento da Central de Leitos do Estado.

 

Em números

Área atual – 356,28 metros quadrados, 261% a mais que a área antiga, de 136,49 metros quadrados.
Capacidade de leitos – 25 leitos. Terapia Intensiva (10 leitos), Cuidado Intermediário Convencional (10 leitos) e Cuidado Intermediário Canguru (5 leitos).

Investimentos: R$ 1.295.110,59, sendo R$ 818.780,00 do governo federal, R$ 208.179,09 dos cofres municipais e R$ 268.151,50 da Universidade Feevale, que repassou o valor para a aquisição de mobiliário, painéis de gases, Sistema IT-Médico, instalações de telecom, elétrica e esperas de câmeras.

Equipe: 22 neonatologistas, 3 fisioterapeutas, 1 fonoaudióloga, 4 enfermeiras e 40 técnicos de enfermagem, cirurgiões, cardiologistas, oftalmologistas e ecocardiografistas com especialidade em neonatologia.

O Hospital Municipal se tornou referência de Gestação de Alto Risco para 21 municípios: Araricá, Cambará do Sul, Campo Bom, Dois Irmãos, Estância Velha, Igrejinha, Ivoti, Lindolfo Collor, Morro Reuter, Nova Hartz, Novo Hamburgo, Parobé, Presidente Lucena, Riozinho, Rolante, Santa Maria do Herval, São Francisco de Paula, São José do Hortêncio, Sapiranga, Taquara e Três Coroas.

Estrutura

– Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN) – 10 leitos
– Unidade de Cuidado Intermediário Convencional (UNINCA) – 10 leitos
– Unidade de Cuidado Intermediário Canguru (UNINCO) – 5 leitos
– Posto de enfermagem
– Área para registro de pacientes
– Sala de isolamento
– Quarto de plantonistas
– DML
– Sala de equipamentos e materiais
– Sala de utilidades
– Copa de funcionários
– BWC de acompanhante
– Sala de utilidades
– Sala administrativa
– Vestiário funcionários
– Banheiros
– Circulação

Bolsonaro troca Joice Hasselman por Eduardo Gomes como líder do governo no Congresso

Postado por Ari Schneider  /   outubro 17, 2019  /   Posted in @destaque-texto, Política  /   No Comments

Deputada contrariou governo ao apoiar a manutenção de Delegado Waldir (GO) como líder do PSL na Câmara. Novo líder é senador pelo MDB.

Relação entre Joice Hasselmann e Jair Bolsonaro estava insustentável – Crédito: Divulgação Assembleia.

O presidente Jair Bolsonaro decidiu no início da tarde desta quinta-feira (17) tirar a deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) do comando da liderança do governo no Congresso e substituí-la pelo senador Eduardo Gomes (MDB-TO).

A medida de Bolsonaro se deu a partir de decisão de Joice, que assinou lista de apoio à manutenção do deputado Delegado Waldir (GO) na liderança do PSL na Câmara dos Deputados, o que contrariou o governo. O presidente Jair Bolsonaro queria no posto um dos filhos, o deputado Eduardo Bolsonaro. Uma gravação telefônica  mostra Bolsonaro articulando para destituir Delegado Waldir. Porém,  Waldir obteve na bancada do PSL mais assinaturas de apoio que Eduardo Bolsonaro e foi mantido no posto.

Com a escolha de Eduardo Gomes, o governo passa a ter dois líderes do MDB – o outro é Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), líder do governo no Senado.

“Vou para liderança do governo honrado com o convite do presidente e comprometido com a pauta que já vinha defendendo: ajudar o país no exercício das pautas importantes, como a Reforma da Previdência e a Reforma tributária. Tenho ótima relação tanto com presidente da Câmara quanto do Senado”, afirmou Gomes em entrevista.

 

Liderança do PSL

A disputa pela liderança da bancada do PSL na Câmara é mais um capítulo da crise interna da sigla, que se acentuou na semana passada após Jair Bolsonaro deflagrar publicamente um conflito político com o presidente do partido, deputado Luciano Bivar (PE).

Joice foi escolhida como líder do governo no Congresso pelo presidente Jair Bolsonaro em fevereiro deste ano. A deputada é filiada ao PSL, mesmo partido de Bolsonaro, e está no primeiro mandato de deputada federal. No pleito de 2018, Joice foi eleita com mais de 1 milhão de votos.

 

RS ganha novas Patrulhas Maria da Penha para combater a violência contra a mulher

Postado por Ari Schneider  /   outubro 17, 2019  /   Posted in @destaque-foto, Geral  /   No Comments

Todos os 18 municípios que integram o Programa RS Seguro passam a contar com o serviço

Ativista símbolo do combate à violência contra a mulher no país, Maria da Penha participou do seminário a convite da BM – Foto: Guilherme Hamm / Secom.

A Brigada Militar anunciou oficialmente nesta semana a criação de oito Patrulhas Maria da Penha, reforço importante para o projeto, criado em 2012 para prevenir e combater a violência contra a mulher. Com as novas patrulhas, todos os 18 municípios que integram o Programa RS Seguro passam a contar com o serviço, que já atende 40 cidades gaúchas.

Desenvolvidas pela primeira vez no Rio Grande do Sul e replicadas em outros Estados, as Patrulhas Maria da Penha já resultaram em 79.370 vítimas cadastradas, 2.033 palestras de prevenção, 107.507 visitas realizadas e 923 prisões por descumprimento de Medida Protetiva de Urgência (MPU).

A coordenadora estadual das Patrulhas Maria da Penha, major Karine Soares Brum, explica que as patrulhas prestam um acompanhamento, através de visitas periódicas, às vítimas de violência doméstica e familiar com MPU deferida pelo Poder Judiciário. Ela destaca, ainda, a relevância da rede de proteção. “É importante que a mulher conheça os seus direitos e procure a rede. As maioria dos feminicídios ocorre com vítimas que nunca procuram ajuda dos órgãos competentes, como delegacias e foros judiciais especializados. É assim que a gente rompe esse clico de violência”, defende a policial.

O nome das patrulhas é uma alusão à Lei 11.340, de 2006, popularmente conhecida como Lei Maria da Penha, que tornou mais rigorosa a punição para os agressores, principalmente quando a violência ocorre no âmbito doméstico e familiar. Foi o que ocorreu com quem dá nome à lei, a cearense Maria da Penha Maia Fernandes, que, em 1983, ficou paraplégica após sofrer duas tentativas de homicídio pelo próprio marido.

Maria da Penha em seminário da BM

Nesta quarta (16/10), Maria da Penha, ativista símbolo do combate à violência contra a mulher no país, veio a Porto Alegre como convidada de honra do 3° Seminário Estadual das Patrulhas Maria da Penha, organizado pela adjuntoria de Polícia Comunitária da BM.

“É emocionante estar aqui. A gente sente que os homens estão do nosso lado. A questão da violência contra a mulher tem acontecido por causa de uma minoria. A maioria está envolvida, sabe que a lei é importante para uma sociedade saudável” afirmou ao chegar ao local do evento, no prédio 11 da Pontifícia Universidade Católica do RS (PUCRS).

Sob o olhar de policiais militares gaúchos, Maria da Penha, 74 anos, disse que a Lei 11.340 “trouxe de volta a dignidade da mulher brasileira”. Ela defendeu políticas públicas como as patrulhas e a importância da educação no combate a esse tipo de violência.

“Peço que os gestores públicos se comprometam com essa causa. Precisa-se investir em educação a partir do ensino fundamental, para que a criança tenha esse conhecimento já na infância. Assim, ao observar uma violência dentro de casa, ela pode fazer a diferença e não reproduzir esse comportamento”, disse ela.

No seminário, também foram discutidos temas com a saúde mental da mulher e algumas das principais políticas públicas implementadas recentemente no Brasil. Um exemplo é o Questionário de Avaliação de Risco, criado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em 2018 e oficializado em junho de 2019 no Rio Grande do Sul. São 20 perguntas que servem para auxiliar promotores e juízes na avaliação do grau de risco a que as vítimas de violência estão submetidas quando procuram a Polícia Civil. Esse modelo já foi adotado nas 22 delegacias especializadas do Estado.

O enfrentamento à violência contra mulheres é um dos maiores desafios para a Segurança Pública do RS. Por isso, seguindo as premissas do Programa RS Seguro, as ações da polícia estão cada vez mais estruturadas na integração de forças, na inteligência e no investimento qualificado. O resultado desse esforço já se reflete nos indicadores de criminalidade. Entre janeiro e setembro deste ano, foram 73 feminicídios, queda de 14,1% diante dos 85 registrados no mesmo período do ano passado.

Houve retração ainda nos outros quatro indicadores acompanhados pela Secretaria da Segurança Pública. Também na comparação de acumulados, as tentativas de feminicídio passaram de 275 para 246 (-10,5%), as ameaças foram de 28.040 para 27.653 (-1,4%), as lesões corporais diminuíram de 15.775 para 15.126 (-4,1%), e os estupros reduziram de 1.384 para 1.172 (-15,3%). São números ainda elevados, mas que comprovam a tendência de queda verificada ao longo do ano.

Estância Velha – Vereadores aprovam quatro Projetos de Lei

Postado por Ari Schneider  /   outubro 17, 2019  /   Posted in Política  /   No Comments

Todas as aprovações ocorreram por unanimidade

Sessão Ordinária desta terça-feira em Estância Velha – Crédito: Divulgação CMEV.

Na Sessão Ordinária desta terça-feira, 15, o ex-Secretário Municipal de Desenvolvimento Social, Ségio Werle, retornou à Casa Legislativa como vereador titular e o Vereador Carlos Albino Dietrich, o Geada, reassumiu a sua posição de Suplente.

Ainda durante a noite, os Vereadores aprovaram por unanimidade quatro novos Projetos de Lei do Poder Executivo. Entre eles, o que objetiva sanar a omissão ocorrida quando da edição da Lei Municipal nº 2.362/2018, de 18.09.2018, no que se refere ao detalhamento das atividades ambientalmente licenciáveis; o Projeto de Lei que autoriza a concessão de auxílio financeiro ao CONSEPRO no valor de R$ 250.000,00 em 12 parcelas de R$ 20.834,33; o Projeto de Lei que institui no Calendário de Eventos Oficiais do Município de Estância Velha a Semana Municipal de Diálogos sobre Suicídio e Automutilação; e o Projeto de Lei que Institui No Calendário De Eventos Oficiais Do Município De Estância Velha O Dia Municipal Da Limpeza.

Por fim, os Vereadores apresentaram novos pedidos ao Poder Executivo, que estão à disposição dos estancienses on-line.

Estância Velha – Sábado é dia “D” de vacinação contra o Sarampo

Postado por Ari Schneider  /   outubro 17, 2019  /   Posted in Saúde  /   No Comments

Imunização deve ser realizada em crianças de 6 meses a 5 anos

Dia D de vacinação é neste sábado – Crédito: Divulgação.

A Campanha de Vacinação contra o Sarampo em Estância Velha está mobilizando escolas infantis e creches. Neste sábado, 19, ocorre o dia “D” de vacinação em todas as unidades de Estratégia de Saúde da Família (ESF) do município. A imunização deve ser realizada em crianças de 6 meses a 5 anos.

De acordo com o Ministério da Saúde, vacinar contra o sarampo é importante para evitar complicações como cegueira e infecções generalizadas que podem levar a óbito. Por isso, o Governo Federal em parceria com os estados e municípios estão unindo esforços para vacinar 39,9 milhões de brasileiros. Ao todo, 60,2 milhões de doses da tríplice viral foram adquiridas para garantir o combate à doença nos municípios. Em todas as unidades, o horário de vacinação é das 8h às 17h.

Atleta da IENH é convocada para a Seleção Brasileira de Atletismo

Postado por Ari Schneider  /   outubro 17, 2019  /   Posted in @destaque-texto, Esportes  /   No Comments

Rayssa de Oliveira disputará o Campeonato Sul Americano de Atletismo no Paraguai

Rayssa irá compor a Seleção Brasileira de Atletismo – Crédito: Divulgação IENH.

A aluna e atleta da IENH – Rayssa Caroline de Oliveira foi convocada pela Confederação Brasileira de Desporto Escolar e Ministério do Esporte para compor a Seleção Brasileira de Atletismo.

Rayssa disputará o Sul Americano de Atletismo, em dezembro, na cidade de Assunção, no Paraguai. Segundo o Coordenador Esportivo da IENH – Mário Garcia Kickhofel, “a convocação da Rayssa veio pela excelente temporada que vem fazendo, onde está destacando muito, principalmente na prova de salto em distância”.

Para a atleta, que também representou o Brasil em 2018, participar da Seleção é uma realização. “Estou muito feliz! Essa é uma nova chance de representar o Brasil, conhecer pessoas e ter novas experiências como atleta”, afirma Rayssa.

Novo Hamburgo – Inicia obra na ponte da Rua Manágua

Postado por Ari Schneider  /   outubro 17, 2019  /   Posted in @destaque-foto, Geral  /   No Comments

Investimento na obra será em torno de R$ 500 mil

Obra começou na última semana – Crédito: Divulgação.

A Secretaria de Obras Públicas, Serviços Urbanos e Viários iniciou na última semana uma obra ao lado da ponte da Rua Manágua, no bairro Santo Afonso. O local, por onde passa o arroio Luiz Rau, receberá uma galeria de seis metros quadrados, sendo três metros de altura por dois metros de largura, para aumentar a vazão das águas dos atuais 32 metros quadrados para 45 metros quadrados, melhorando a macrodrenagem e minimizando a possibilidade de alagamentos.

O secretário de Obras, Raizer Ferreira, ressalta o trabalho ininterrupto de obras e limpeza dos arroios. “Estamos realizando mais uma ação de grande porte para diminuir os pontos de alagamentos em nosso município. Primeiro, fizemos na Avenida Sete de Setembro, no bairro Industrial, agora, estamos no bairro Santo Afonso. De forma contínua, trabalhamos também na limpeza de vários arroios”, ressaltou.

O investimento na obra será em torno de R$ 500 mil e está sendo realizada pela empresa Construsinos, com prazo de 120 dias para o término, se as condições climáticas permitirem.

Doutorando da Feevale receberá o Prêmio Educação RS

Postado por Ari Schneider  /   outubro 17, 2019  /   Posted in Educação  /   No Comments

Projeto vencedor estuda as dimensões da cultura hip hop

Chiquinho Divilas (foto) é doutorando da Feevale – Crédito: Divulgação.

Os vencedores da 22ª edição do Prêmio Educação RS foram divulgados, na última semana, pelo Sindicato dos Professores do Ensino Privado do Rio Grande do Sul (Sinpro/RS). Entre os premiados, está o projeto Cultura Hip Hop nas Escolas, desenvolvido em Caxias do Sul (RS), que foi realizado pelo doutorando do programa de pós-graduação em Diversidade Cultural e Inclusão Social da Universidade Feevale, Jankiel Francisco Claudio, conhecido como Chiquinho Divilas. O trabalho premiado estuda as quatro dimensões da cultura Hip Hop no desenvolvimento de habilidades e competências dos alunos das escolas de rede pública do município.

“É uma felicidade imensa receber a notícia de que meu projeto foi escolhido. Essa conexão entre a cultura e a educação tem grandes chances de melhorar o mundo. O hip hop contribuí para o aprendizado educacional por meio da rima, dança, liderança e oficinas de proatividade. Conseguimos identificar que os alunos são capazes de criar novas formas de fazer a voz da juventude”, afirma Divilas, proponente do projeto. Todos os trabalhos indicados foram avaliados pelos seguintes critérios: compromisso com a educação de qualidade, desenvolvimento da cidadania e acesso ao conhecimento. A solenidade de entrega da Pena Libertária acontece na Sede Estadual do Sindicato, em Porto Alegre, nesta sexta-feira, dia 18.

Novo Hamburgo – Programa Arte em Movimento promove recital com músicas de mulheres compositoras

Postado por Ari Schneider  /   outubro 17, 2019  /   Posted in Geral  /   No Comments

“Uma homenagem à Chiquinha Gonzaga” foi a temática dos cantos trabalhados durante o ano

Recital emocionou os presentes – Crédito: Divulgação IENH.

Realizado com músicas compostas por mulheres, o recital promovido pelo Programa Cultural Arte em Movimento da IENH emocionou os presentes no dia 16 de outubro. Este ano o grupo fez “Uma homenagem à Chiquinha Gonzaga” e apresentou canções nacionais e internacionais no auditório da Unidade Fundação Evangélica.

No encontro com o público, as meninas participantes cantaram e tocaram dez músicas: Abre alas (Chiquinha Gonzaga), Bela Flor (Maria Gadú), Segue o som (Vanessa da Mata), Born this way (Lady Gaga), Vilarejo (Marisa Monte), Pra me refazer (Sandy e Anavitória), Lovely (Billie Eilish), Na sua estante (Pitty) e Borboleta (Marisa Monte).

Para homenagear as adolescentes, os Professores – Daniella Neres Nogueira, Cibel Balsamo Etchelar e Mateus Guilherme Mossmann cantaram Espelho, de Jalile Petzold.

Estiveram presentes no recital alunos e funcionários da IENH. Outros convidados, como representantes de escolas parceiras, também prestigiaram o evento. O momento foi conduzido pela Coordenadora dos Programas Socioambientais da IENH – Isabel Cristina Vetter Lizakoski.

 

Sobre o programa

O Programa Arte em Movimento é uma iniciativa que integra os Programas Socioambientais da IENH. Com ele, o talento de 40 meninas de 10 a 16 anos é expressado por meio de aulas de canto, flauta, violino, violão e teclado.

Atualmente, fazem parte do projeto adolescentes da Casa João Bosco, do Centro Cristão Feminino e Querubim, do Lar Colmeia, da Escola Municipal Affonso Penna, da Escola Municipal Martha Wartenberg e da EMEI Bem -Te -Vi.

  • Telefones:

    (51) 3595-0777

    (51) 9 9700-8677 (WhatsApp)