Os pré-candidatos com as maiores vaquinhas do Brasil

Há quase dois meses está permitida a arrecadação de fundos para as campanhas eleitorais mediante financiamento coletivo na internet, a chamada vaquinha virtual. De 15 de maio até 05 de julho, alguns pré-candidatos despontam na frente, tanto no total de arrecadação, como no número de doadores.

Levantamento realizado em todas as plataformas de arrecadação credenciadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mostra que em todo o Brasil apenas dois pré-candidatos somam mais de 1.000 doações.

O pré-candidato a deputado federal, Deltan Dallagnol (PODEMOS-PR) lidera com um total de 1.646 doadoares. Em segundo lugar está o pré-candidato a deputado federal, Bruno Souza (NOVO-SC) que já recebeu a doação de 1.222 pessoas.

Na terceira posição, Kim Kataguiri (PODEMOS-SP) soma 991 doações. Candidato ao Governo de São Paulo, Vinicius Poit (NOVO-SP) conta com 682 apoiadores e Rubinho Nunes (PODEMOS-SC), 416.

Confira ao fim do texto a relação das 30 vaquinhas com o maior número de doadores.

Maiores vaquinhas em arrecadação

Postulante a uma vaga na Câmara dos Deputados pelo PODEMOS-PR, o ex-procurador Deltan Dallagnol tem o maior valor arrecadado, R$ 157.979,00. O pré-candidato a governador de São Paulo, pelo partido NOVO, Vinicius Poit, está na segunda posição, com R$ 146.448,22.

Na sequência, aparecem o pré-candidato a governador do Rio de Janeiro, pelo NOVO, Paulo Ganime, com R$ 125.514,42, Kim Kataguiri, que busca a reeleição como deputado federal de São Paulo, pelo PODEMOS, com R$ 71.962,92, e o atual deputado estadual de Santa Catarina e pré-candidato a federal, Bruno Souza, do NOVO, com R$ 57.187,88.

Em sexto lugar aparece Giuseppe Riesgo, pré-candidato a deputado estadual do Rio Grande do Sul, pelo NOVO. Na sétima posição, Lucas Gonzalez, que tenta uma vaga como deputado federal de Minas Gerais pelo NOVO. Em oitavo, Cristiano Beraldo, pré-candidato a deputado estadual pelo PODEMOS de São Paulo.

Completando a lista das 10 maiores vaquinhas do Brasil, Dra. Mayra, que busca uma cadeira na Câmara dos Deputados por Ceará, pelo PL, e Pedro Ivo, pré-candidato a deputado Distrital DF, pelo UNIÃO.

Único partido que não aceita o uso do fundão eleitoral para financiar campanhas, o NOVO é o que mais aparece na lista. Entre os 10 pré-candidatos com a maior arrecadação, cinco são do NOVO. O desempenho ganha ainda mais destaque ao ampliar a pesquisa. Das 30 maiores vaquinhas do Brasil, 17 candidatos são do partido NOVO que tem como um dos princípios não utilizar recursos públicos para custear campanhas.

Na sequência, vem o PODEMOS com seis candidatos. PL, União, Patriota, PSDB, PCB, PSOL e PT completam a relação das 30 maiores arrecadações com um representante cada.

A última atualização dos dados foi realizada em 05 de julho.

Vaquinhas eleitorais

Desde o dia 15 de maio, o TSE autorizou a vaquinha virtual. A medida é válida para pré-candidatos aos cargos de presidente da República, governador, senador, deputado federal, estadual ou distrital que devem concorrer nas eleições de 2022.

A vaquinha virtual é uma forma de arrecadação regulamentada pelos artigos 22 e 24 da Resolução TSE nº 23.607/2019. Após os pleitos de 2018 e 2020, esta será a terceira vez que acontece esta modalidade de captação de recursos no processo eleitoral.

A arrecadação online funciona por meio da internet e pode ser feita somente nas plataformas credenciadas pelo Tribunal Superior Eleitoral.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

2 + 17 =