Juro Zero injeta mais de R$ 11 mi na economia do Vale do Sinos

Na região, 362 empresas acessaram empréstimos com juros subsidiados pelo governo do Estado

Quase R$ 11,5 milhões foram emprestados para 362 micro e pequenas empresas do Vale do Sinos pelo programa Avançar no Desenvolvimento Econômico – Juro Zero, do Governo do estado, segundo levantamento feito pelos operadores da iniciativa governamental.

Os três municípios que aprovaram o maior volume de recursos foram Novo Hamburgo, Canoas e São Leopoldo. Estes totalizaram uma movimentação de R$ 6,6 milhões, e tiveram mais de 182 contratos finalizados para contratação. 

Até 25 de abril, o programa Juro Zero disponibilizou mais de R$ 356 milhões em todo o Estado em 14,9 mil operações.

Os contratos foram formalizados com organizações que solicitaram o crédito nas cooperativas credenciadas pelo Badesul e pelo BRDE, bancos de fomento econômico do Estado responsáveis pela operação do programa. Para acessar o recurso, as empresas comprovaram capacidade de endividamento conforme legislação vigente. 

O governo do Estado lançou o programa em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec), em 1º de fevereiro. 

Com o aporte de R$ 100 milhões, o Estado assume o pagamento de juros das operações de crédito para microempreendedores individuais, com limite de R$ 10 mil por empresa; microempresas, com até R$ 30 mil; e, empresas de pequeno porte, que puderam solicitar até R$ 100 mil. Der acordo com o decreto que disciplina o funcionamento do programa, juros e encargos referentes a parcelas em atraso não serão subsidiados.

A expectativa é de que o programa promova a circulação de R$ 500 milhões nas empresas gaúchas facilitando o acesso a crédito. Os bancos ainda analisam cerca de duas mil solicitações de empréstimos no programa que devem ser processadas até o final do mês de abril.

O secretário de Desenvolvimento Econômico do RS, Edson Brum, comemora o resultado ainda parcial do programa. “O Juro Zero foi um sucesso total, tanto que no primeiro dia do programa tivemos mais me mil pedidos de empréstimos. Ao todo, viabilizamos mais de R$ 350 milhões em recursos que hoje circulam nos municípios, fortalecendo a economia e os pequenos e médios negócios no Rio Grande do Sul”, disse o titular da pasta.

Distribuição por municípios:

Município Adesão Contratos formalizados
Novo Hamburgo 3.243.411 94
Canoas 2.228.000 48
São Leopoldo 1.130.971 40
Estância Velha 834.431 28
Sapiranga 620.500 23
Dois Irmãos  870.651 23
Ivoti 405.707 23
Campo Bom 425.500 20
Nova Santa Rita 307.810 20
Portão 404.783 18
Nova Hartz 190.000 12
Esteio 490.000 8
Sapucaia do Sul 200.000 5


Total: R$ 11.351.764

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

um × 5 =