Eduardo Leite anuncia que vai renunciar ao mandato

Porto Alegre – O governador Eduardo Leite anunciou nesta segunda-feira (28), em coletiva de imprensa no Palácio Piratini, que vai deixar o cargo após três anos e três meses à frente do Executivo gaúcho. Com a renúncia, que será oficializada nos próximos dias, o vice-governador Ranolfo Vieira Júnior assume o governo.

Leite disse que a decisão foi muito ponderada e que deixa o mandato para poder dar a sua contribuição no cenário nacional das eleições de outubro. “Eu atendo o que a legislação eleitoral me exige, de renunciar ao mandato de governador para que eu possa estar na política atuando nesta eleição que é decisiva, a mais importante da história recente do nosso país, buscando dar toda a colaboração que eu puder para ajudar o país a encontrar uma alternativa”, disse.

O governador relembrou a trajetória no governo do Rio Grande do Sul e disse que confia na continuidade dos projetos sob a liderança de Ranolfo, hoje vice e secretário da Segurança Pública. “Colocamos os salários do funcionalismo e os repasses da saúde em dia, pagamos as dívidas atrasadas, estamos fazendo investimentos históricos e ainda reduzimos impostos. Ranolfo estava ao meu lado participando de todos esses momentos. O Rio Grande do Sul virou o jogo e o jogo agora continua com um novo comandante”, disse Leite.

A transferência de cargo e a posse de Ranolfo como governador do Estado devem ocorrer em solenidade nos próximos dias. Leite reafirmou a absoluta confiança na condução do Ranolfo. “Seu histórico, currículo, trajetória e a convivência leal e fraterna que tivemos me dão total convicção de que ele não resumiu sua participação no governo à Secretaria da Segurança, onde, aliás, teve resultados excelentes. Ele conhece todos os projetos e políticas públicas e acompanha cada dado e cada número do governo”, afirmou o governador.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

19 + 20 =