Município rende homenagens à Guarda Municipal de Novo Hamburgo 

Corporação, que completou 30 anos na última quarta-feira, recebeu distinções do Executivo e da Câmara

A Guarda Municipal (GM) de Novo Hamburgo completou 30 anos na última quarta-feira (23) e recebeu homenagens do Executivo e da Câmara Municipal. 

A prefeita Fátima Daudt prestou sua homenagem durante encontro em seu gabinete com o secretário municipal de Segurança, Roberto Jungthon, e o diretor da Guarda, Ricardo Carvalho, Fátima enfatizou a relevância da corporação. 

“Tenho um carinho muito grande pela nossa Guarda em razão do importante papel que desempenha em nossa comunidade. Por isso, investimos em qualificação e equipamentos para torná-la ainda mais preparada”, destacou.

Durante a visita, Fátima foi presenteada com uma réplica de uma viatura da GM. Emocionada, lembrou da presença de guardas na rede municipal de ensino e o quanto isso a deixava tranquila quando levava seus filhos para a escola. 

O secretário Jungthon reforçou o avanço da corporação. “Ao longo destes 30 anos, a Guarda cresceu em experiência, ampliando e qualificando seu trabalho de proteção e cuidado com a comunidade.” Para Carvalho, o destaque é justamente o preparo da corporação. “Estamos trabalhando muito na qualificação de nossos agentes”.

No ano de seu trigésimo aniversário, a Guarda Municipal, que teve sua primeira turma em 1992, conta com 185 agentes ativos, sendo 159 homens e 26 mulheres. No final de fevereiro de 2022, 30 agentes foram chamados para formar uma nova turma. 

Memória GM

Uma série de novidades está prevista para o ano do aniversário de 30 anos da Guarda Municipal. Em uma delas, que ocorreu na tarde de quarta-feira (23), a página Memória GM foi oficialmente lançada no portal da Prefeitura de Novo Hamburgo. 

O espaço, que será atualizado constantemente, disponibilizará o acervo histórico da corporação, além de notícias, reportagens e documentários.

“O acervo histórico tem o objetivo de contextualizar a história da instituição no espaço e no tempo e sua relação com a comunidade. A divulgação do acervo é um processo contínuo, estamos compartilhando uma estrutura considerada por nós como uma versão inicial, um ponto de partida, e que seguirá com a contribuição de todos que fazem parte dessa história”, destaca a responsável pelo programa, a arquivista Lourdes Soares.

O Memória GM pode ser conferido no link https://www.novohamburgo.rs.gov.br/seg/memoria-gm

Câmara presta homenagem em sessão plenária

A Guarda Municipal (GM) de Novo Hamburgo comemorou 30 anos do início de suas atividades na última quarta-feira (23). Para celebrar a data, a Câmara Municipal promoveu um momento de homenagem à corporação na sessão plenária. O reconhecimento foi proposto pelo vereador Gustavo Finck (PP).

O protagonismo do órgão e o fato de a GM ser referência nacional foram enaltecidos pelo parlamentar progressista. Além de mencionar o trabalho dos atuais servidores, Finck lembrou da importância dos novos concursados que darão continuidade à atuação comprometida do grupo – 30 agentes estão iniciando sua formação.

Um quadro com menção à data foi entregue pelo parlamentar ao servidor aposentado Eliseu Carlos Raimundo, que atuou por 29 anos na corporação e agora está no comando da Diretoria de Trânsito, e Carlos Schwinn, que representou o diretor Ricardo Carvalho.

Ação conjunta

Raimundo afirmou que os integrantes da recém-criada Guarda Municipal desconheciam sua identidade e foram, de certa forma, desbravadores, que superaram as dificuldades ao longo dos anos ao exercer tanto as funções na área de segurança quanto na de trânsito. “Nem todas as Guardas Municipais no Brasil têm atuação concomitante em segurança e no trânsito. Temos as duas funções exercidas com primazia”, informou.

 “Esse sentimento que tu tens pela Guarda, esse pertencimento, nós, como cidadãos, também temos. Relembrar aqui o Teatro, a Guarda Mirim, são coisas que a gente pode até pensar em reativar”, complementou Finck, apontando duas iniciativas exitosas da corporação no município.

Carlos Schwinn, há 22 anos na GM, relatou que muitas dificuldades foram vivenciadas pelo grupo, em especial, na pandemia. Segundo ele, com afastamentos e aposentadorias ao longo dos anos, o efetivo estava reduzido nesse período, durante o qual houve mais um tipo de atribuição somada às demais que não deixaram de ser atendidas.

O vereador Raizer Ferreira (PSDB) apontou que, inclusive outros entes de Segurança Pública, como a Polícia Civil e a Brigada Militar, reforçam que a corporação hamburguense contribui com a queda de índices de violência na região.

História

A Guarda Municipal foi criada no dia 8 de janeiro de 1990, na gestão do então prefeito Paulo Ritzel, com a publicação da Lei Municipal nº 5/1990. O primeiro concurso público para a seleção de agentes, contudo, só foi realizado dois anos mais tarde.

Ao todo, 149 homens e 31 mulheres foram recrutados e tiveram seus nomes homologados por portaria no dia 23 de março de 1992. A data foi adotada como o aniversário da corporação.

Subordinada à Secretaria de Segurança, a Guarda exerce o poder de polícia administrativa do Município, dando suporte às ações de braços do Executivo. É responsável também pela segurança escolar, pela fiscalização e realização de atividades preventivas de educação para o trânsito e pela proteção de bens, serviços e instalações públicas.

O órgão também atua de forma conjunta com as forças de segurança estaduais e federais na prevenção da violência urbana.

Com sede na rua Jahu, 490, no bairro Pátria Nova, a Guarda Municipal conta hoje com o trabalho de 186 servidores efetivos, conforme dados de fevereiro disponibilizados pela Prefeitura em seu portal da transparência.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dezoito − doze =