Governo do Estado desobriga uso de máscaras ao ar livre

Medida passou a valer em todo o RS desde quarta-feira (16), em meio à redução de pacientes internados.

Porto Alegre – Com base em decisão do Gabinete de Crise para o Enfrentamento à Covid-19, o governo do Estado liberou nesta semana o uso de máscaras de proteção em ambientes ao ar livre. Decreto do governador Eduardo Leite com a nova medida foi publicado nesta quarta-feira (16), quando a norma passou a valer em todo o RS. A flexibilização ocorre em meio à queda no número de pacientes internados com Covid-19 no Estado.

O documento reitera que as cidades gaúchas poderão, se assim entenderem, adotar medidas diferentes – não autorizando a flexibilização. Segundo o Comitê Científico e a Secretaria Estadual de Saúde (SES), ainda não se tem uma perspectiva para avaliar a obrigatoriedade nos ambientes fechados.

De acordo com o governo, a definição acolhe nota técnica do Comitê Científico e se baseia nos indicadores epidemiológicos atuais de redução de internações e a progressão da vacinação. 

Os técnicos ressaltam, no entanto, que o quadro epidemiológico da Covid-19 continua requerendo esforços para evitar contágio. Por isso, segue recomendada fortemente o uso de máscara, mesmo em locais abertos, para pessoas com comorbidades ou que estejam apresentando sintomas gripais.

A máscara também é recomendada para ambientes abertos durante situações de risco aumentado, como em locais sem distanciamento ou em longos períodos de exposição, como shows e estádios de futebol. Em ambientes fechados, o item permanece obrigatório.

Cidades

Na semana passada, Porto Alegre já havia permitido a circulação de pessoas sem máscaras em locais abertos. Desde 11 de março, foi dispensado o uso de máscara de proteção individual para circulação em espaços abertos públicos e privados, em vias públicas e demais locais abertos de uso coletivo. Nesta sexta-feira (18), a Prefeitura da capital gaúcha irá discutir a possibilidade de flexibilizar a norma para ambientes fechados.

A postura foi seguida por municípios e associações regionais do interior do Estado. A Federação das Associações dos Municípios do RS (Famurs) chegou a enviar um ofício ao Palácio Piratini solicitando a mudança para todas as 497 cidades gaúchas.

Alertas

O Gabinete de Crise também decidiu não emitir Alertas ou Avisos, dentro do Sistema 3As de Monitoramento, após a análise dos dados da pandemia. Na última semana, a média móvel de casos confirmados apresentou estabilidade no RS, variando em 5%, com incidência semanal de 279 casos por 100 mil habitantes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

quatro × 4 =