Uso facultativo de máscara é decisão do Estado, diz Amvars 

Novo Hamburgo – Prefeitos que integram a Associação dos Municípios do Vale do Rio do Sinos (Amvars), ratificaram a importância de seguir todas as orientações do Gabinete de Crise do Estado no que diz respeito às regras de combate à pandemia. Reunião da entidade ocorreu na última quarta-feira (9), reunindo prefeitos e representantes de oito das 13 cidades que integram a associação.

Embora percebam o recuo dos indicadores da Covid-19 na região, os dirigentes municipais avaliam que qualquer movimento relacionado à mudança de regras passa pelo respaldo técnico do Gabinete de Crise, mas tomaram posição: caso os indicadores permitam, o uso de máscaras pode passar a ser facultativo. 

Esse será o assunto de ofício que a Amvars enviará ao governador Eduardo Leite. “Como prefeitos, temos responsabilidade em seguir a legislação e não faremos nada à revelia da lei. No entanto, percebemos que há uma desaceleração dos indicadores da pandemia, tanto nos números de contaminados quanto de internações e comprometimento do sistema público. Creio que este seja o momento de rediscutir algumas regras, como o uso de máscaras, por exemplo. Vamos provocar o Estado para que transforme essa obrigatoriedade em recomendação. O que for decidido pelo Gabinete de Crise, será nossa orientação tanto para uso interno quanto externo”, explica o presidente da entidade, Jerri Meneghetti.

Neste ano, os encontros da Amvars serão itinerantes. O mais recente ocorreu na Prefeitura de Novo Hamburgo e teve a participação dos prefeitos Jerri Meneghetti, Fátima Daudt, Carla Chamorro, Luciano Orsi, Gaspar Behne e Mara Stoffel, além do vice-prefeito de Morro Reuter, Aírton Bohn, e de representação das cidades de Araricá e Sapiranga. 

Pautas – A reunião da Amvars teve, ainda, pautas relacionadas à segurança, turismo, assistência social e Corsan. O momento Segurança contou com a participação de integrantes da Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP/RS). O delegado de polícia Antônio Lápis falou aos prefeitos sobre o Programa de Incentivo ao Aparelhamento da Segurança Pública (Piseg), do qual é secretário-executivo. Os representantes da Brigada Militar (BM), Marta Moreira e tenente Eduardo Lima, conversaram com os dirigentes municipais sobre Sistema Integrado de Monitoramento (SIM).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dois + doze =