População irá escolher projeto para construção de prédio próprio para a Prefeitura de Estância Velha

Nova sede visa centralizar serviços e sair do aluguel de quase R$ 1,5 milhão

Estância Velha – Um concurso, realizado pela prefeitura de Estância Velha, deve definir o projeto arquitetônico e de engenharia da nova sede do Centro Administrativo. Arquitetos ou engenheiros, sozinhos ou em parceria, podem participar da competição, que premiará os três melhores projetos. O prêmio para o primeiro colocado será de R$20 mil, enquanto o segundo receberá R$5 mil, e o terceiro colocado R$3 mil. Além disso, os responsáveis pelo projeto vencedor serão contratados pela Administração para acompanhar os projetos básicos e executivos da obra.

Para a realização do projeto, os arquitetos e engenheiros podem conhecer o terreno onde a Administração pretende instalar a nova Prefeitura. As visitas podem acontecer até o dia 20 de janeiro, e devem ser previamente agendadas junto à Secretaria de Planejamento Urbano, através do telefone (51) 3561-4050.

Os profissionais podem inscrever os projetos arquitetônicos até às 17 horas do dia 22 de fevereiro. A inscrição deve ser feita na sala do Departamento de Licitações e Compras – Deplic, que fica na Prefeitura, localizada na rua Anita Garibaldi, 299, Centro. 

Comunidade escolhe

Dos três melhores projetos credenciados e selecionados por uma comissão julgadora, a comunidade estanciense irá eleger um “layout”, que será efetivamente construído e se tornará a nova Prefeitura. A votação popular será realizada através das redes sociais, e a comunidade escolar e os servidores públicos municipais também terão direito à voto. “Nosso intuito, desde o início, é fazer um governo com a participação popular. Foi assim quando escolhemos nosso logotipo, e tem sido assim em tantos outros momentos. Estamos sempre atentos e pedindo a opinião dos moradores”, lembra o prefeito Diego Francisco.

A intenção da Administração é de não onerar os cofres públicos com a construção da nova Prefeitura. “Essa proposta, de ter prédio próprio sem tirar dinheiro do caixa, está no meu Plano de Governo. Entendo que um município tão pujante como o nosso, que está no rumo do crescimento, não pode viver de aluguel. Ainda, o fato de não termos os serviços centralizados me incomoda, pois dificulta muito a vida dos estancienses”, defende o prefeito Diego. Segundo a prefeitura estanciense, somente com o prédio em que está instalada a Prefeitura, o Município desembolsa em torno de R$30 mil por mês. 

Há dois modelos de negócio em análise para a construção do prédio próprio: um deles seria trocar a construção da nova sede por áreas de terra da Prefeitura (permuta), e outra forma seria vender terrenos da Prefeitura e com o recurso arrecadado construir o prédio próprio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

12 − seis =