NOVO HAMBURGO – Expectativas superadas em palestra Equilíbrio Pessoal e Profissional do NME

Os 83 kg de alimentos arrecadados foram repassados para o Projeto Conexão Esperança, da Paróquia Evangélica Primavera 

O Núcleo da Mulher Empreendedora (NME), da CDL-NH realizou na tarde do dia 21/10, a palestra Equilíbrio Pessoal e Profissional – Desafio para a Mulher Moderna, com facilitadora especialista em organização pessoal e financeira, Rosane Fischer. O evento superou as expectativas e o público lotou todas as vagas disponíveis.

Nos dias de hoje, o papel das pessoas na sociedade mudou. Tanto homens quanto mulheres precisam trabalhar para manter os desejos cada vez mais intensos pelo consumo. O mercado de trabalho nunca esteve tão heterogêneo.

Segundo a diretora do NME, Raquel Bomm Tomm, a competitividade está cada vez mais acirrada. “Ter um bom desempenho profissional depende de competências, habilidades e atitudes, e não de gênero, cor ou idade. Uma boa gestão está atrelada ao conhecimento formal e não formal adquirido ao longo dos anos, a uma estrutura emocional que suporte pressão e mantenha o equilíbrio, além de empatia para lidar com superiores, subordinados, fornecedores e clientes. Essa foi a razão do nosso evento! Fazer esse equilíbrio da vida profissional e pessoal”, explicou Raquel.

Equilíbrio  

A palestrante trouxe a sua experiência de vida, para auxiliar as pessoas na busca deste equilíbrio. Formada em Administração de Empresas e pós-graduada em Gestão Empresarial e Controladoria, Rosane falou da organização, abrangendo desde o planejamento de tarefas, compromissos diários, orçamento pessoal até as rotinas da casa.

“Gerir a vida profissional e pessoal envolve cada vez mais atributos. O grande desafio das mulheres é equilibrar as demandas familiar e profissional, é gerenciar as prioridades dos dois mundos paralelos. Ser uma mulher moderna é ter habilidade para coordenar a empresa e a casa, coragem de definir limites, força para estar presente mesmo quando ausente. Talvez essa seja a parte mais difícil de todo o processo: fazer escolhas. Tanto a carreira quanto a família demandam tempo, atenção, disponibilidade sem horário marcado. Ser uma mulher moderna é conviver com a culpa e com a realização de cada decisão”, concluiu Rosane.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

seis + oito =