ESTADO – Obrigatoriedade das aulas presenciais no RS deve entrar em vigor na próxima quarta-feira

Medida vale para estudantes da Educação Básica, que inclui educação infantil, ensino fundamental e ensino médio 

O retorno obrigatório das aulas presenciais no Rio Grande do Sul deve ocorrer no dia 3 de novembro. O governo gaúcho irá elaborar um decreto com o detalhamento do assunto e o documento deve ser publicado nesta sexta-feira, com validade imediata. Em função do feriado de Finados, a retomada ficará para a próxima quarta-feira. 

O governador Eduardo Leite anunciou nesta quarta-feira (27) a determinação do retorno obrigatório das aulas presenciais. A medida vale para estudantes da Educação Básica, que inclui educação infantil, ensino fundamental e ensino médio, de todas as redes de ensino do Estado. Em pronunciamento divulgado nesta quinta-feira, Leite ressaltou que a permanência fora da sala de aula está prejudicando o futuro de gerações de estudantes. 

“A pandemia tirou vidas. E está tirando futuros também, na medida que temos ainda uma adesão ao retorno às salas de aula, às escolas menor do que deveríamos ter”, disse o governador. “Estamos tornando obrigatório (aulas presenciais) porque não podemos perder o futuro dos nossos jovens e crianças do Rio Grande do Sul”, argumentou.  

Excepcionalidades  

Em casos de excepcionalidade, como condições médicas específicas e comorbidades, será autorizada a continuidade das atividades escolares do estudante em regime remoto. De acordo com a administração estadual, a solicitação de retorno de todos os estudantes no regime presencial também foi feita pelos representantes das redes municipais e particulares. Inicialmente, a comprovação de vacinação contra a Covid-19 não será exigida para nenhum dos públicos na volta às aulas presenciais no Rio Grande do Sul.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 2 =