CAMPO BOM – Vereadores aprovam incentivo financeiro a empresa no valor de R$ 480 mil

Em noite de discursos emocionados, parlamentares deliberaram sobre apoio a Redefort  

Na noite desta terça (28) os vereadores de Campo Bom se reuniram em sessão ordinária para deliberar sobre diferentes temas. A sessão foi realizada na terça-feira, excepcionalmente, tendo em vista que o Poder Legislativo respeitou o luto oficial do município decretado em virtude da morte do ex-vice-prefeito Marcos Riegel, que ocupava o cargo de diretor da Casa Legislativa.

O falecimento de Marcos, inclusive, foi motivo de discursos emocionados dos parlamentares. O presidente da Câmara de Vereadores, Alexandre Hoffmeister (PP), colega de partido de Riegel, não conteve a emoção ao lembrar do amigo. “Perdi um amigo que a vida me deu, uma pessoa que eu aprendi a admirar, um amigo leal, e isso precisa ser valorizado. O legado do Marcos será muito grande”, comentou Hoffmeister. “O Marcos era um homem conciliador. Ele era de uma bondade enorme, um carinho e um apaixonado pela família”, completou o também progressista Jair Wingert.

Ordem do dia 

Nas votações realizadas pelos parlamentares foi aprovada a proposta de concessão de auxílio financeiro através do Programa de Incentivo de Geração de Emprego (PIGE) para o Comercial Atacadista Redefort, que está se instalando na cidade. Com a aprovação, a empresa poderá receber, ao final do convênio com o município, um total de R$ 480 mil. O incentivo foi aprovado por unanimidade assim como o projeto de lei da vereadora Professora Sandra Orth (PSDB) que define a inclusão do símbolo mundial do autismo nas placas de atendimento prioritário nos estabelecimentos públicos e privados.

Assim como os projetos, um requerimento e uma moção também foram aprovados por unanimidade. As matérias tratam, respectivamente, da solicitação de visibilidade dos animais que vivem no CEMPRA e da prorrogação da desoneração da folha de pagamento. A vereadora Kayanne Braga (PTB) é autora do requerimento, enquanto que a moção foi apresentada pelos vereadores Jair Wingert, Victor Souza (PCdoB), Professor Jéferson Nunes (PDT) e Professora Sandra Orth. Já o pedido de informação encaminhado pelo vereador Celsinho Rodrigues (Republicanos) com solicitação para esclarecimentos sobre obras da cidade foi reprovado por oito votos a dois. Apenas o autor e a vereadora Professora Sandra Orth votaram a favor do pedido.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três + catorze =