NOVO HAMBURGO – Comissão busca informações sobre Boulevard Germânia

Grupo Zaffari, de Porto Alegre, é responsável pelo empreendimento às margens da BR-116 

Com objetivo de buscar mais informações sobre o projeto do Boulevard Germânia, bairro planejado que será construído em Novo Hamburgo, integrantes da Comissão Especial em Defesa do Crescimento Econômico, da Geração de Emprego e da Desburocratização dos Serviços Públicos no Município estiveram na sede do Grupo Zaffari, em Porto Alegre, na manhã desta terça-feira, 14. Proprietária da área de 285 hectares, às margens da BR-116, a empresa é responsável pelo empreendimento. Após receber licença para execução, a expectativa é que as obras sejam iniciadas até o final de 2021.

Os vereadores Gustavo Finck (PP), Enio Brizola (PT) e Felipe Kuhn Braun (PP) reuniram-se com o diretor de expansão da companhia, Claudio Luiz Zaffari, que lhes apresentou a planta de trabalho e as etapas de implantação do bairro-cidade, com capacidade para 25 mil habitantes. No final de junho, a prefeitura entregou a licença para execução do Boulevard Germânia. Conforme Zaffari, a previsão é que as obras de infraestrutura tenham início ainda este ano. O gestor, no entanto, diz que é preciso cautela no planejamento e em todas as ações e burocracias que exigem uma construção desse porte, que inclui residências e condomínios, hipermercado, centro comercial, escola, universidade, entre outros estabelecimentos. “Temos uma responsabilidade muito grande, não podemos errar. Precisamos casar o processo de urbanização com a ocupação residencial da área”, frisou.

Orçamento  

Segundo o diretor, a empresa trabalha agora na orçamentação e contratação de parceiros para execução dos serviços. O investimento inicial será de R$ 60 milhões. Na próxima semana, representantes do Grupo deverão receber o projeto final da construtora responsável pelos primeiros condomínios habitacionais. A Fase 1 compreende uma área de 72 hectares, localizada na parte nordeste do empreendimento, próximo ao Lar São Vicente de Paula. Dentre os compromissos assumidos pela empresa estão a realização do tratamento de esgoto do local, a revitalização do Arroio Gauchinho, a criação de um parque de lazer e a expansão da via lateral da BR-116. Ao todo, são 18 hectares de áreas institucionais, cuja prerrogativa para decisão do que será construído é do Executivo municipal.

O presidente da comissão, Gustavo Finck, explicou que o objetivo da visita foi entender o andamento do projeto e colocar a Câmara à disposição para reduzir quaisquer entraves burocráticos que possam surgir. “Temos entendimento de que será um grande avanço para a cidade ter esse bairro construído do zero, mais sustentável, com tratamento de esgoto e instalações elétricas modernas. Além de trazer mais investimentos para cidade, certamente muita gente virá morar em um local com mais segurança e toda infraestrutura”, comemora. O grupo de trabalho deverá acompanhar os próximos passos do empreendimento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dez − dez =