REGIÃO – São Leopoldo apresenta diminuição de índices criminais

Reunião foi conduzida pelo titular da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Comunitária (Semusp), Nestor Schwertner 

Em reunião ordinária do Conselho Popular de Segurança Urbana (Consegur) foram apresentados aos conselheiros os indicadores criminais que considerados mais importantes pela Secretaria Estadual da Segurança Pública do Estado do Rio Grande do Sul (SSP-RS). De acordo com os dados, São Leopoldo tem apresentado queda nesses números. A reunião, realizada na noite da quarta-feira, 8 de setembro, por videoconferência, foi conduzida pelo titular da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Comunitária (Semusp), Nestor Schwertner.

Nestor reforçou que a Semusp tem dialogado com outras secretarias de segurança de municípios vizinhos. “Estamos pensando em ampliar o conjunto de indicadores em São Leopoldo”, disse o secretário, frisando ainda a importância e o potencial preventivo do trabalho conjunto, através de operações integradas da Guarda Civil Municipal (GCM) com outras forças de segurança, como a Polícia Civil e a Brigada Militar.

Crimes  

De acordo com o titular da Delegacia Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco), delegado Ayrton Martins Júnior, crimes patrimoniais, crimes patrimoniais violentos e crimes violentos letais e intencionais, que são os casos de homicídio, tentativa de homicídio, roubo, roubo de veículos e roubo de residências são considerados os crimes mais importantes para uma avaliação consistente da evolução sistemática e anual de como está a prestação de serviços de segurança pública.

Em São Leopoldo, os crimes violentos letais e intencionais – homicídios, tentativas de homicídio, feminicídio, latrocínios (roubo seguido de morte) – tiveram uma queda de 20%, no período entre setembro de 2020 e agosto de 2021. O Rio Grande do Sul teve uma queda de 10% no mesmo período. No último semestre, o município teve uma queda maior, de 33% nessas ocorrências. “O número é extremamente favorável e demonstra que realmente houve um encolhimento desses delitos violentos na cidade”, frisou o delegado. 

Quedas  

Os roubos a pedestres também caíram, 18%, acompanhando a queda de 20% a nível estadual. Já os roubos de veículo diminuíram em 50%, são menos 241 veículos roubados, nos últimos doze meses, superando o estado, que apresentou uma diminuição de 45%. Os roubos a residência caíram em 67%, enquanto no estado foram 26%.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 − dois =