REGIÃO – Projeto de regionalização do saneamento domina discussões na 3ª Assembleia Geral Ordinária do Pró-Sinos

Representantes dos municípios consorciados defenderam a retirada do pedido de urgência na Assembleia Legislativa 

A discussão sobre o projeto do Executivo estadual que trata da regionalização do saneamento dominou os debates da 3ª Assembleia-Geral Ordinária do ano do Consórcio Pró-Sinos, ocorrida nesta quarta-feira (8). Os municípios consorciados deliberaram pela necessidade da retirada do pedido de urgência da votação, que começa a trancar a pauta da Assembleia Legislativa a partir da próxima semana. As definições relacionadas ao tema constam em nota oficial divulgada pela entidade ao final do encontro.

Também ficou acertada a necessidade de uma proposta que permita a criação de subunidades dentro das unidades de saneamento, condição para adesão pelos municípios. “A ideia é permitir arranjos locais, proporcionando aos municípios criarem autarquias, promoverem licitações, por exemplo, de acordo com a necessidade de cada gestor”, explicou o presidente do consórcio e prefeito de Esteio, Leonardo Pascoal.

Migração  

Outra questão discutida foi possibilidade de as prefeituras migrarem do bloco original para outros blocos regionais de saneamento. “Dentro do espírito de solidariedade entre gestores, a ideia é permitir a integração futura entre municípios de blocos diferentes”, esclareceu.

Pela primeira vez no ano, a reunião ocorreu de forma presencial, no Parque de Exposições Assis Brasil, e contou com a presença de representantes de Cachoeirinha, Sapucaia do Sul, Glorinha, São Leopoldo, Campo Bom, Novo Hamburgo, Riozinho, Rolante, Canoas, Nova Santa Rita e Santo Antônio da Patrulha.

Repercussões 

Pascoal lembrou que, mesmo que seja retirado o pedido de urgência por algumas semanas, o tema deve ser votado e precisa de mudanças. O prefeito de Cachoeirinha e diretor financeiro do consórcio, Miki Breier, também relatou a necessidade de aprimoramento. O prefeito de São Leopoldo, Ary Vanazzi, disse que o papel do Pró-Sinos é construir uma solução ao problema e que o tema mexe com a conjuntura ambiental. Já o prefeito de Sapucaia do Sul, Volmir Rodrigues, enfatizou a necessidade de utilizar a expertise do comitê na construção de um projeto ideal. “Temos conhecimento e equipe técnica para isso”, afirmou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 + nove =