ESTÂNCIA VELHA – Quase 200 atendimentos foram realizados no Lago Azul

Equipe da Secretaria de Saúde realizou 44 testes de rastreamento do Diabetes 

Mais um sábado próximo aos moradores. A quarta edição do projeto População Tem Voz, em que a Prefeitura leva sua estrutura aos bairros, atendeu 197 moradores do bairro Lago Azul ao longo da manhã, na Escola Municipal Presidente Kennedy. Os testes realizados pela Secretaria de Saúde, a doação de roupas realizada pela Secretaria de Desenvolvimento Social e os serviços prestados pelas secretarias de Obras e de Meio Ambiente foram os espaços mais procurados.

A Secretaria de Saúde atendeu 44 moradores, que foram ao evento para realizar o teste de rastreamento do Diabetes e verificar a pressão arterial. Uma das pessoas atendidas foi Maria Gorete Muller, 62 anos, que estava aguardando a Prefeitura chegar com o População Tem Voz no bairro para aproveitar o serviço. “Eu achei muito bacana tudo e estou aproveitando para levar para casa a muda de uma goiabeira”, colocou.

Quem também saiu satisfeito foi Adão Carvalho, 66 anos. Ele foi até a escola para encaminhar a carteirinha de estacionamento para idosos, mas não esperava sair com o documento na hora. “Nossa, vim para fazer o encaminhamento e estou saindo com a carteirinha na mão. Nunca imaginei que esse projeto fosse tão eficiente. Valeu a pena”, opinou.

Alerta  

A moradora Maria Lurdes Fernandes, depois de participar da aula de ginástica, procurou a Secretaria de Obras e alertou que na rua Otto Bauermann haviam cinco lâmpadas queimadas próximo a sua casa. Imediatamente, após ouvir o relato, o vice-prefeito e secretário de Obras, Airton Haag, acionou a equipe do Setor da Elétrica que estava na rua realizando reparos pelo bairro. Imediatamente, os profissionais foram até o endereço fazer a troca das lâmpadas. Durante o evento, 17 lâmpadas foram trocadas no bairro após reivindicação dos moradores que foram até o População Tem Voz.

O prefeito Diego Francisco atendeu 20 moradores. Entre eles estava o casal Fábio Büttenbender e Isabel Cristina Silva da Silva, que apresentaram diversas reivindicações. “Acho muito importante esse movimento da Prefeitura de ir ao encontro dos moradores. Isso precisa acontecer mais vezes, o povo precisa ser ouvido”, colocou Fábio.

Doações  

Ao longo da manhã também foram doadas 87 peças de roupas no Brechó Solidário, dois cães foram adotados, nove mudas de árvores foram doadas e três agendamentos para castração de cães foram realizadas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito − 10 =