NOVO HAMBURGO – Fenac anuncia retomada das feiras presenciais e parceria com o Sebrae RS

Neste ano, entidade destinará aporte de cerca de R$ 1 milhão para que micro e pequenas empresas participem de eventos na Fenac 

Na manhã desta terça-feira (24), a Fenac Experiências Conectam e o Sebrae RS promoveram coletiva de imprensa para apresentar ações referentes à retomada do calendário de eventos da Fenac para os próximos meses. Na oportunidade, o diretor-presidente da Fenac, Marcio Jung, destacou a importância do momento. “Estávamos aguardando para poder anunciar oficialmente a retomada do calendário de eventos presenciais na Fenac”. Jung ainda pontuou os diferenciais da Fenac, que é a maior promotora de eventos com pavilhões próprios do Brasil. “Nós administramos nosso próprio espaço, o que nos auxilia na questão de agenda para eventos e para seguir os protocolos de segurança, como espaçamento entre estande e corredores”, explicou. Além disso, Jung destacou a importância da rastreabilidade dos participantes. “Conseguimos entrar em contato com qualquer visitante das feiras caso haja necessidade”, complementou.

Na sequência, Jung apresentou o calendário de eventos da Fenac, explicando que a retomada das feiras presenciais será iniciada com a 8ª edição da Feipet – Feira de Negócios para Animais de Estimação, de 26 a 28 de setembro deste ano. Na oportunidade, o diretor-presidente enfatizou que segurança será a palavra-chave das feiras que serão promovidas pela Fenac, relembrando que em março de 2020, a realização da Fimec representou um desafio para a promotora, quando nem se tinham protocolos e regras definidas. “Através de protocolos seguros, queremos dar oportunidades reais de negócios para empresas e retomar a economia local”, complementou.

Sebrae e Fenac reafirmam parceria estratégica para apoio em feiras 

Durante a coletiva também ocorreu a renovação da assinatura oficial do termo de parceria entre Fenac e Sebrae RS. Através do projeto Conecte Sinos, o Sebrae RS firmou compromisso com a realização das feiras da Fenac. “O objetivo maior do Sebrae é pensar no desenvolvimento local e criar oportunidades ativas para micro e pequenas empresas”, explicou Marco Aurélio Copetti, gerente regional do Sinos, Caí e Paranhana do Sebrae RS. “A Fenac é um hub de inteligência para negócios, com estrutura moderna e gestão profissional, por isso acreditamos que a união entre Sebrae e Fenac pode transformar o ambiente de negócios não só da região, mas de todo o Rio Grande do Sul”, complementou Copetti.

Para a Fenac, a união fortalece a realização das feiras. “Nos últimos anos, estreitamos relações com o Sebrae e estamos alinhados a ponto de todos os setores estarem trabalhando em conjunto e com fluidez”, exemplificou o diretor-presidente da Fenac. Para Copetti, as feiras são fundamentais para a retomada da economia neste momento. “A Fenac já mostrou que feiras são locais seguros. Feira é um local adequado para se fazer negócios, gerar recursos, renda, desenvolvimento, empregos, sustentabilidade e resultados para micro e pequenas empresas do nosso estado”, complementou o gerente regional do Sebrae RS.

Valores  

De acordo com o gerente regional do Sebrae RS, a microeconomia depende de ativadores e a Fenac com sua estrutura e conhecimento proporciona isso, o que é fundamental nesse momento de retomada. “Nesse contexto, o Sebrae assume o compromisso de ser o principal parceiro estratégico da Fenac em todas as feiras que acontecerão daqui para a frente”, explicou. “Participaremos ativamente, não só com recursos financeiros, mas com desenvolvimento e preparação das micro e pequenas empresas que estarão presentes nas feiras”, destacou Copetti. “Para este ano, o Sebrae RS tem destinado um valor próximo a R$ 1 milhão em apoio à micro e pequenas empresas que participarem de eventos na Fenac”, revelou. O Sebrae proporcionará apoio de até 30% na locação de espaço e estande, além de capacitação para MEI, ME e EPP.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois + 1 =