CDL Novo Hamburgo foi palco para gravação de Uma Sinfonia Diferente RS

Espetáculo, que é resultado de sessões de musicoterapia, promove a transformação na vida de crianças e jovens autistas. 

Crianças e jovens com Transtorno do Espectro Autista (TEA) muitas vezes têm hipersenbilidade a sons, podendo ter algum tipo de desconforto com música alta. No entanto, é comprovado que a musicoterapia traz um excelente desenvolvimento em suas habilidades, principalmente na fala ou nos itens que a precedem (contato visual, imitação, entre outros). Assim, o musical Uma Sinfonia Diferente RS é todo adaptado para que pessoas com TEA sejam os protagonistas do espetáculo.

“A Câmara de Dirigentes Lojistas de Novo Hamburgo (CDL-NH) sentiu-se honrada em receber este elenco tão especial para a gravação do espetáculo Uma Sinfonia Diferente RS, que traz tantas mudanças positivas na vida de crianças e adolescentes com TEA”, sustenta Jorge Stoffel, presidente da CDL-NH. No sábado e domingo (21 e 22 de agosto), a entidade foi palco para as gravações do musical, que será transmitido em uma live em 17 de outubro, à noite, via Facebook. 

Gratificação  

Conforme Leonardo Lessa, diretor de Cultura da CDL-NH, é muito gratificante fazer parte de um projeto tão importante. “Uma Sinfonia Diferente já é um ícone no que se refere à inclusão. E temos o prazer de oferecer este espaço para que o evento se realize, mesmo em tempos de pandemia”, destaca.

Desde 2019, a apresentação vem emocionando pessoas de todo o país. O projeto consiste em uma acompanhamento de musicoterapia para pessoas no espectro autista, com idades entre 3 a 25 anos, em todos os graus do espectro (leve, moderado e severo). Após meses de acompanhamento, o espetáculo é o ponto culminante onde os participantes e suas famílias apresentam algumas das músicas trabalhadas ao longo das sessões, e contam com a coordenação e acompanhamento de músicos profissionais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 − 13 =