NOVO HAMBURGO – Comusa já quitou R$ 79 milhões de dívida com a Corsan

Ao menos R$ 45 milhões do valor pago foi garantido com medidas de austeridade adotadas desde 2018 

A Comusa – Serviços de Água e Esgoto de Novo Hamburgo já quitou mais de 79 milhões de reais da dívida histórica com a Corsan, desde 2019. A informação foi repassada na segunda-feira (16) pelo vice-prefeito e diretor-geral da Comusa, Márcio Lüders, aos vereadores de Novo Hamburgo, durante sessão plenária. Lüders ainda aproveitou o momento para destacar os investimentos em saneamento e na estrutura da autarquia nos útlimos anos, bem como os recursos que foram economizados ao longo da gestão, desde 2018. “Esse enfrentamento da dívida é uma herança que, infelizmente, temos que arcar. São R$ 200 milhões em precatórios que esperamos quitar até 2029 e que poderíamos estar investindo. No entanto, adotamos medidas de austeridade e, nesses três anos, economizamos mais de R$ 45 milhões que auxiliaram no pagamento dessa dívida”, afirmou o diretor-geral, destacando a implementação dos processos eletrônicos e compra de materiais como parte das medidas implementadas.

Obras  
Destacou também que, apesar da dívida, obras de ampliação da Estação de Tratamento de Água (ETA) e a construção da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Luiz Rau estão sendo feitas com recursos federais e da Comusa. “Não podemos deixar de lado essas obras fundamentais que retomamos. A ampliação da ETA vai aumentar o tratamento de água no Município e a ETE vai nos colocar em mais de 50% do esgoto tratado, nos deixando perto da meta do Marco Regulatório do Saneamento. Infelizmente, tivemos que suspender a operação de substituição de redes temporariamente, devido à situação da dívida, mas voltaremos assim que possível”, esclareceu.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × um =