Estado entrega vacinas nesta sexta para avançar vacinação e fazer ajustes na distribuição entre municípios

Os imunizantes serão utilizados para avançar a faixa etária da campanha de vacinação 

As vacinas Coronavac e Pfizer que chegaram ao Estado na quarta-feira (4) serão distribuídas às 18 coordenadorias regionais de saúde (CRS) na sexta-feira (6). Os imunizantes serão utilizados para avançar a faixa etária da campanha de vacinação. Também servirão para alcançar até 70% de todos os ajustes necessários para equalizar eventuais diferenças na distribuição de doses entre os municípios. Todas as vacinas da Pfizer serão destinadas para a primeira aplicação (D1). As das Coronavac serão utilizadas tanto para D1 como para reserva da segunda dose (D2).

“O avanço da vacinação é o que realmente vai assegurar a quebra das cadeias de transmissão do vírus, mantendo baixos os índices de casos e óbitos por Covid-19 e garantindo que não haja formações de novas variantes. Só assim poderemos voltar à situação de normalidade. O que precisamos é que a população busque a vacina, não apenas a primeira dose, mas complete a imunização”, disse a chefe da Divisão de Vigilância em Saúde, Tani Ranieri.

Para essa remessa, todo o transporte será por via terrestre. As coordenadorias que podem retirar seus lotes na Central Estadual de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos (Ceadi), em Porto Alegre, na manhã de sexta-feira (6/8) são 1ª CRS (Porto Alegre), 2ª CRS (Frederico Westphalen), 8ª (Cachoeira do Sul), 13ª (Santa Cruz do Sul), 15ª (Palmeira das Missões), 16ª (Lajeado) e 18ª CRS (Osório), além da Secretaria Municipal de Saúde de Porto Alegre.

Nova estimativa para a D1 

O governo do Estado revisou as previsões de vacinação da população gaúcha e, considerando o ritmo de imunização dos municípios e o anúncio de envio de doses pelo Ministério da Saúde, projeta ser possível imunizar toda a população a partir de 18 anos de idade ainda neste mês de agosto – a expectativa anterior era até 7 de setembro.

A nova projeção resulta de estudos técnicos realizados pela Secretaria da Saúde (SES) e foi validada durante reunião do Gabinete de Crise na tarde da quarta-feira (4).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 − 5 =