PORTÃO – João Pedro quer programa de vale-gás para famílias pobres

A ideia é contemplar os inscritos no CadÚnico de Portão  

O vereador João Pedro protocolou nesta terça-feira o Pedido de Providência 90/2021, em que reivindica ao governo Kiko Hoff uma política pública municipal voltada a famílias de baixa renda. A proposta dele é a prefeitura instituir o programa de vale-gás, seguindo o exemplo de outras cidades no Rio Grande do Sul e outras partes do país. A ideia é contemplar os inscritos no CadÚnico.

“Muita gente consegue suprir o alimento com a ajuda de programas como Bolsa Família e Auxílio Emergencial, mas não sobra dinheiro para preparar esse alimento”, argumenta JP, citando que o gás de cozinha, apenas neste ano, já sofreu quatro aumentos. Ele também afirmou que, neste contexto, os acidentes domésticos causados por fogo aumentaram devido ao uso de fogão a lenha e outros meios alternativos.

Negacionismo  

João Pedro argumentou que, ao chamar a atenção de pessoas para a questão da pobreza no município, muitas vezes ouve respostas negacionismo. Entretanto, diz ele, há centenas de famílias em situação de vulnerabilidade desde a zona rural até núcleos urbanos nas ruas João Luiz de Moraes, São Pedro e loteamentos Liberdade e Albino Kern, por exemplo. “Vejo mães chefes de família com dois ou três filhos que até recebem ajuda de programas de governo, mas são valores baixos, de 125 a 375 reais por mês. Não tem como pagar aluguel e comprar comida”, lamenta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 + 5 =